Garotada vira estratégia do Barcelona para voltar a ser competitivo em breve | OneFootball

Garotada vira estratégia do Barcelona para voltar a ser competitivo em breve

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

O Barcelona está sem dinheiro. Não conseguiu renovar o contrato de Lionel Messi e sequer foi ao mercado em condições de montar um time competitivo. Assim o presidente Joan Laporta prefere olhar para o futuro, para que o problema não se repita em temporadas futuras. Mas sem previsão de receita a médio prazo, virou estratégia no Nou Camp valorizar a garotada. Assim Laporta vem negociando a prorrogação do vínculo de seus jovens de mais qualidade.

A situação mais adiantada envolve o meia Pedri. O jogador de 18 anos aceitou as bases salariais do Barcelona. Mas logicamente porque ele estará no patamar de Lionel Messi em termos de benefícios. Em compensação vai ter que assinar um contrato com uma cláusula rescisória bilionária. Além disso o vínculo vai até 2026.

Pedri é um dos astros do Barcelona (Foto: Imago Images)

Outro jogador em situação adiantada é o meia Gavi, de apenas 17 anos. Ele se tornou recentemente o jogador mais jovem a vestir a camisa da seleção espanhola em um duelo oficial. O bom relacionamento de Laporta com os pais do jogador trabalha pelo acerto tranquilo.

MAIS! Levou mas não pagou… Barcelona deve ao Liverpool

Outra prioridade, que pode ter um desfecho esta semana, é Ansu Fati, de 18 anos. O atacante, que nasceu em Guiné-Bissau, é representado por Jorge Mendes, o mesmo empresário de Cristiano Ronaldo. O agente chegou a Madri esta semana e de lá seguirá para reuniões no Barcelona.

Relacionadas

Com o trio Laporta acredita que possa ter em um curto espaço de tempo um time dos mais competitivos da Europa, mas com uma geração de craques acostumada desde cedo com o peso de vestir a camisa do Barça.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo