Galo melhora no segundo tempo, faz gol no último minuto e volta a vencer no Brasileirão | OneFootball

Galo melhora no segundo tempo, faz gol no último minuto e volta a vencer no Brasileirão

Logo: Deus me Dibre

Deus me Dibre

FOTO: PEDRO SOUZA / ATLÉTICO

Venceu! Depois de 4 jogos sem saber o que era vitória no Campeonato Brasileiro, o Galo, enfim, venceu! E foi no sufoco… com o gol no último lance da partida, o Atlético marcou com Alan Kardec e garantiu o triunfo no Couto Pereira, diante do Coritiba. A partida foi válida pela 22ª rodada da principal competição nacional.

Com o resultado, o time mineiro chegou aos 35 pontos na 6ª colocação, mas poderá ser ultrapassado pelo Internacional, que jogo logo mais contra o Fluminense. Já o Coxa, ficou estagnado com 22 pontos, na 17ª colocação, a primeira do Z4.

ESCALAÇÃO

Atlético

No Galo, a grande surpresa foi no ataque. Destaque da última partida pelo Brasileiro, o atacante Pavón apareceu entre os titulares pela primeira vez no time principal. O argentino ficou com a vaga de Ademir, que começou o jogo no banco de reservas.

Assim, o Atlético foi a campo com:

Imagem: Divulgação / Atlético

Coritiba

Já na equipe paranaense, o técnico Gustavo Morínigo escalou o seguinte time para começar o jogo:

Imagem: Divulgação / Coritiba

O JOGO

Primeiro Tempo

A partida se resumiu, na etapa inicial, em um jogo de ataque contra defesa. O Atlético foi o dono das ações, deixando Everson como um mero expectador em sua meta.

Entretanto, mesmo com maior posse de bola e atuando a maior parte do tempo no campo ofensivo, o ataque alvinegro não assustava o goleiro Muralha. Foram 5 tentativas de finalização, sendo nenhuma na direção do gol.

Alguns outros números chamaram a atenção. Foram 58% de posse de bola para o Galo, contra 42% do Coxa. O time paranaense cometou quase 3 vezes mais faltas: 11 x 4. Enquanto o Atlético trocou 228 passes, o Coritiba trocou 159. Foram ainda 3 escanteios para os mineiros contra nenhum do time da casa.

A grande mudança feita por Cuca para a partida, parece não ter surtido muito efeito. Pavón pouco participou do jogo, isolado pelo lado direito. Como de costume, o Atlético concentrava as ações pelo lado esquerdo, com a dupla Keno e Hulk.

Segundo Tempo

Na volta do intervalo, percebendo o Coritiba completamente recuado, Cuca fez uma substituição, visando deixar seu time ainda mais ofensivo. Saiu Jair e entrou Pedrinho.

A alteração melhorou bastante a equipe alvinegra, que começou a abusar das chances perdidas. As mais claras ficaram nos pés de Hulk e Nacho. Na primeira, o camisa 7 invadiu a área e na saída de Muralha, chutou para fora. Já Nacho recebeu ótimo passe de Ademir e na marca do pênalti, chutou. Alex Muralha fez grande intervenção.

O gol mineiro saiu quando tudo parecia levar o jogo para o 0 x 0. Aos 49 minutos, Nacho recebeu de Pedrinho, fez bonita jogada individual e cruzou na medida para Alan Kardec. O centroavante sozinho, subiu bonito para escorar a bola para o fundo das redes.

O QUE VEM POR AÍ…

O Atlético volta a campo no próximo domingo (21), quando recebe o Goiás, no Mineirão, às 16h30. Já o Coritiba vai ao Rio de Janeiro, no sábado (20), enfrentar o Fluminense, às 19h00. Ambas as partidas pelo Campeonato Brasileiro.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo