Gabigol e Bruno Henrique são jogadores mais eficientes dos mata-matas da Libertadores desde 2017

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Na última quarta-feira (22), o Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 0, no primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores, e saiu na frente para garantir uma vaga na grande decisão. Mesmo sem marcar gols contra o time equatoriano, Gabigol participou ativamente de um dos tentos de Bruno Henrique. E por falar na dupla sensação, os atletas são os mais eficientes dos mata-matas do torneio continental desde 2017.

Autor dos dois gols contra o Barcelona de Guayaquil, Bruno Henrique é um dos artilheiros dos mata-matas da Copa Libertadores, e perde apenas para Gabigol, que ocupa ao topo do ranking. De 2017 para cá, o camisa 27 balançou a rede em dez oportunidades, e o camisa 9, em 12. Borré e Scocco, ambos do River Plate, completam o ‘top 4’, com dez tentos cada.



E os atacantes do Flamengo ainda têm, no mínimo, mais um jogo para aumentar a vantagem no ranking, visto que voltam a campo na próxima quarta-feira (29), para enfrentar o Barcelona de Guayquil, no Equador, pela partida de volta da semifinal. Como venceu o primeiro confronto, o Mengo tem vantagem no marcador e irá em busca e uma vaga na finalíssima.

Caso o Flamengo confirme a classificação, Gabigol e Bruno Henrique também terão a decisão do torneio continental para continuarem escrevendo a história com o Manto Sagrado. E se o Mengo despachar o Barcelona, ficará mais perto do tricampeonato da América, e irá enfrentar o vencedor do duelo entre Palmeiras e Atlético-MG, numa final 100% brasileira.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo