Futuro treinador quer manutenção de Neymar no PSG, diz emissora | OneFootball

Futuro treinador quer manutenção de Neymar no PSG, diz emissora

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

A diretoria do Paris Saint-Germain estava pronta para liberar o brasileiro Neymar e se livrar do pagamento de um alto salário de cerca de 40 milhões de euros (R$ 218 milhões na cotação atual) por temporada. No entanto, os planos dos dirigentes franceses podem ser mudados após um pedido de Christophe Galtier, futuro treinador da equipe. A ideia do francês é contar com Neymar e isso já foi repassado aos diretores do clube, de acordo com a emissora francesa “CNews”.

Galtier, que deixou o Nice recentemente e deve ser anunciado oficialmente pelo PSG nos próximos dias, já vem conversando com os dirigentes na formação do elenco para a temporada 2022/23. Neste sentido, o treinador francês conversou com Luis Campos, diretor esportivo do clube, e deixou clara a sua posição. Galtier colocou Neymar como peça importante para as suas ideias de jogo e pediu para que os dirigentes possam garantir a manutenção do brasileiro.

O pedido de Christophe Galtier vai de encontro ao que já havia sido estabelecido pelos dirigentes, que gostariam de liberar Neymar ainda durante essa janela de transferências. O jogador de 30 anos já não é mais visto como fundamental ao elenco e entrou na lista de dispensáveis. A questão também passou por Nasser Al-Khalaifi, presidente do clube, que concordou com a saída do brasileiro.

Ainda de acordo com as informações da “CNews”, Christophe Galtier deseja mudar o esquema tático do PSG, apostando num 3-5-2. Por esse motivo, o treinador tem cobrado também a chegada de mais um zagueiro, sendo Milan Skriniar, da Inter de Milão, o principal alvo do clube. No novo modelo de jogo, Neymar seria de fato um camisa dez, jogando no setor de meio campo e servindo a dupla que poderia ser formada por Lionel Messi e Kylian Mbappé.

Na temporada passada, Neymar sofreu com muitas lesões e pouco esteve em campo. Foram apenas 28 jogos, 13 gols e oito assistências, rendimento muito abaixo do esperado pelos custos do brasileiro ao PSG. Por conta disso, a ideia era liberar o atleta e abrir espaço para a chegada de novos jogadores no processo de reformulação. Com o pedido formal do futuro treinador, a diretoria do clube francês deve agora se reunir para traçar novas metas.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo