Futebol de São Paulo tem maior taxa de incidência de COVID-19 do mundo, diz USP | OneFootball

Icon: Central do Timão

Central do Timão

·30 de março de 2021

Futebol de São Paulo tem maior taxa de incidência de COVID-19 do mundo, diz USP

Imagem do artigo:Futebol de São Paulo tem maior taxa de incidência de COVID-19 do mundo, diz USP
  1. Por Nágela Gaia / Redação da Central do Timão

O canal CNN mostrou, nesta segunda-feira (29), um estudo feito pela USP (Universidade de São Paulo), que comprova que a incidência de casos de COVID-19 em atletas do estado de São Paulo em 2020 foi a maior de todas as ligas do mundo.

A pesquisa se baseou em dados de oito competições organizadas pela Federação Paulista de Futebol durante a temporada passada, seis campeonatos masculinos e dois femininos. Foram analisados cerca de 30 mil testes PCR feitos em 4.269 atletas e 2.231 membros de comissão técnica, distribuídos em 122 times.

Ao todo, 501 casos de Covid-19 foram detectados somente entre jogadores, o que representa 11,7% de taxa de incidência. Entre membros de comissões técnicas 161 casos foram notificados, resultando em taxa de incidência de 7,2%.

A pesquisa, que foi realizada em parceria com o Comitê Médico da FPF, afirma que em apenas uma das equipes foram detectados 36 casos positivos de Covid-19, sendo 31 deles em um intervalo de apenas um mês. Os nomes dos clubes e jogadores não foram divulgados.

O professor da FMUSP (Faculdade de Medicina da USP) e coordenador do estudo, Bruno Gualano, relata que a taxa foi muito maior do que a de qualquer outro torneio no planeta.

“A incidência aqui (no Brasil), por volta dos 12%, foi superior a do Catar, cerca de 4%, e a da Dinamarca, de 0,5%”, salientou, à CNN.

Comparando com outras categorias profissionais, a taxa de incidência do futebol paulista é similar à dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a doença, cujos números variam de 9,9% a 24,4%.

Imagem do artigo:Futebol de São Paulo tem maior taxa de incidência de COVID-19 do mundo, diz USP

Apesar disso, a FPF insiste na segurança de seu protocolo sanitário e anunciou, após reunião com os clubes, nesta segunda-feira (29) que apresentará uma nova versão do protocolo ao Ministério Público e a membros do Governo de São Paulo, propondo uma “bolha sanitária” para dar continuidade ao Campeonato Paulista.

Leia também:

Saiba mais sobre o veículo