Formado no Inter, artilheiro Luiz Adriano busca findar jejum em final contra o Grêmio

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F02%2F27%2F50982023008_6e74f9fa1a_h.jpg&q=25&w=1080

Pela primeira final da Copa do Brasil, na Arena do Grêmio, o Palmeiras enfrenta o time da casa às 21 horas (de Brasília) deste domingo. Formado no Internacional, o centroavante Luiz Adriano, artilheiro do time alviverde na temporada, tentará findar seu jejum de gols contra o antigo arquirrival.

Com 20 gols, Luiz Adriano lidera entre o elenco palmeirense no quesito. No entanto, o centroavante amarga série de sete jogos sem balançar as redes, já que passou em branco nos confrontos com Flamengo, Santos, Tigres, Al Ahly, Coritiba, São Paulo e Atlético-GO.

O ex-colorado, portanto, não balanças as redes desde 18 de janeiro, data da goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o experiente centroavante marcou duas vezes durante o clássico disputado no Allianz Parque.

Aos 33 anos de idade, Luiz Adriano vem sofrendo com desgaste físico, uma vez que disputou 54 partidas na temporada. O centroavante, por sinal, foi um dos 11 atletas poupados por Abel Ferreira na derrota contra o Atlético-MG, pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico português deve mandar seu time a campo para disputar a primeira final da Copa do Brasil com a seguinte escalação: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña; Felipe Melo, Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano.

Na visão do treinador português, Luiz Adriano é o único centroavante de ofício do elenco. Uma das prioridades do Palmeiras para a próxima temporada é reforçar o ataque e o clube tem como alvo o colombiano Rafael Santos Borré, a quem já apresentou uma proposta.