Flamengo perde patrocínio de R$ 4 milhões após acusação contra Rodolfo Landim

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Imagem do artigo: Flamengo perde patrocínio de R$ 4 milhões após acusação contra Rodolfo Landim

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Nesta quarta-feira (25), a TIM cancelou o patrocínio de R$ 4 milhões ao Flamengo após o Olhar Olímpico publicar que o destino dessa verba havia causado a renúncia de Delano Franco do cargo de vice-presidente do clube rubro-negro. O dirigente acusa o presidente do Mais Querido, Rodolfo Landim, de não cumprir com seu compromisso verbal que seria de repassar esse recurso, do projeto Fla-Vôlei, ao time de vôlei Sesc-RJ/Flamengo, que disputa a Superliga Feminina e tem a marca da TIM no seu uniforme. A informação é do portal UOL.



Não é de hoje que a TIM tem sua marca nos uniformes dos grandes clubes de futebol do Rio. Contudo, ela utiliza recursos de renúncia fiscal da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte para patrocinar também, times amadores desses mesmos clubes. No Flamengo, o dinheiro historicamente vai para o basquete. Neste ano, a empresa doou R$ 2 milhões.

Na temporada passada, o Flamengo conseguiu que a TIM doasse R$ 4 milhões também no seu time de vôlei feminino. E pretendia que o patrocínio se repetisse, tendo apresentado o projeto Fla-Vôlei 20-21 à Lei de Incentivo no início de março. Entretanto, com a pandemia, a crise financeira causou a fusão dos times do Flamengo e do Sesc-RJ.

A informação é de que havia um acordo entre Flamengo e Bernardinho, e o Rio de Janeiro Vôlei Clube seguiria sendo o clube federado, mas com a equipe jogando na Gávea, sede do Flamengo, e usando o uniforme do clube rubro-negro. Dessa forma, Alberto Mario Griselli, CRO da TIM, confirmou em julho ao governo que sua empresa doaria os R$ 4 milhões necessários ao projeto.

Bernardinho, técnico do time, reclama que havia um compromisso verbal de que esse dinheiro, quando chegasse ao Fla, seria utilizado para pagar contas do time. E esses R$ 4 milhões seriam fundamentais para o projeto.

Landim, nega que o Flamengo tenha assumido esse compromisso. Confira a declaração do presidente do clube.

– O Flamengo está cumprindo rigorosamente o contrato feito com o técnico”, disse a diretoria, em nota, afirmando que “paga religiosamente o valor acordado à empresa do Bernardinho, fornece material esportivo e espaço para treinamento na Gávea e cede sua imagem para a empresa o que aumenta bastante o poder de atração para outros patrocínios serem fechados pela empresa do técnico.