Flamengo não abre mão de exigências, e negociação por Michael anda a ‘passos lentos’ | OneFootball

Flamengo não abre mão de exigências, e negociação por Michael anda a ‘passos lentos’

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Clube carioca quer ter lucro máximo com venda do atacante e, por isso, não tem pressa para o desfecho das tratativas

Flamengo, Michael, Al Hilal e Goiás. São muitas pontas para amarrar antes de finalizar a venda do atacante para o time árabe. O Rubro-Negro deseja ter o máximo de lucro com a negociação e faz exigências firmes, inclusive com cláusulas que garantam o pagamento.

Os dirigentes cariocas têm sido duros nos bastidores da negociação. Caso não tenham as exigências atendidas, a venda não acontecerá. O Flamengo exige receber o valor cheio da proposta do Al Hilal e impõe diversas cláusulas que retardam a conclusão das tratativas. A informação foi publicada primeiramente pelo GE.

O clube árabe deseja pagar 8.450 milhões de dólares (cerca de R$ 46.1 milhões na cotação atual) por 100% do atacante. O Flamengo, contudo, tem apenas 80%, mas quer receber a quantia total oferecida. Michael já abriu mão dos 15% que tem direito. O Goiás, no entanto, não abre dos 5%.

O Fla, com isso, quer que o Al Hilal negocie diretamente com o time goiano ou, então, aumente a oferta, para que o Goiás receba os 5% sem mexer na proposta inicial. O Flamengo, como dito, busca ter o máximo de lucro com a tratativa, pois, caso contrário, enxerga que não vale a pena abrir mão do atleta.

Michael e Al Hilal, por outro lado, já estão acertados desde o início. O atacante, inclusive, só espera o desfecho da negociação para, caso seja positivo, poder viajar para os Emirados Árabes. O Flamengo não tem pressa, pois sabe que, se vender o atleta, terá que ir ao mercado de forma urgente atrás de reforço para a posição. A ver os próximos passos.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo