“Flamengo foi tão ou mais prejudicado que o Atlético” diz Luis Roberto | OneFootball

“Flamengo foi tão ou mais prejudicado que o Atlético” diz Luis Roberto

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

O narrador esportivo do grupo globo afirmou que o Flamengo foi mais prejudicado que o Atlético Mineiro na rodada do fim de semana

No programa Seleção SporTV dessa segunda-feira (18), a rodada do final de semana do Brasileirão foi debatida, e principalmente, os erros que atingiram o líder isolado Atlético Mineiro e o vice Flamengo.

E segundo um dos participantes do programa, o narrador e telejornalista Luis Roberto, o time carioca foi ‘tão ou mais roubado que o mineiro’.

Luís Roberto ainda criticou a atitude do diretor de futebol atleticano, Rodrigo Caetano, após a derrota do alvinegro por 2 a 1 para o Atlético-GO, no Castelo do Dragão, em Goiânia. Caetano reclamou das marcações do árbitro Raphael Claus e exigiu critério nas determinações da arbitragem.

“Eu só não vou admitir, em hipótese nenhuma, um sujeito que eu luto e tenho admiração profissional e pessoal, que é o Rodrigo Caetano, que ele venha colocar em suspeição a idoneidade do Rapahel Claus e dos outros que compõem a arbitragem. Aliás, arbitragem solicitada pelo Galo, arbitragem Fifa.

Então, toma, vai árbitro Fifa no jogo do Atlético. Aí, ele vai na entrevista coletiva e diz que há suspeição. Isso antes do que aconteceu no Maracanã, porque o Flamengo foi tão ou mais prejudicado por erros, por incompetência, por interpretações da arbitragem”, afirmou o jornalista no programa Seleção SporTV.

O dirigente alvinegro reclamou a respeito de um penalti não assinalado a favor do Galo, mesmo com a intervenção do VAR a favor da marcação da penalidade.

Já no jogo do Flamengo, o erro ficou pelo gol legal mal anulado de Michael, além de uma penalidade sofrida por Vitinho ao final do jogo.

Luis comentou sobre o lance do Flamengo.

“Para mim, é muito claro que o Empereur faz um erro técnico. Ele habilita a jogada novamente. Isso não é só opinião minha, é de vários árbitros. (…) Ele foi dominar para tirar. O domínio dele é um erro técnico. Aí o Matheusinho está em condição legal, a partir daí. E sai o gol. (…) Na minha opinião, isso é um erro muito grave de arbitragem”, declarou o narrador.

Foto de GE

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo