FIFA insiste em Super Mundial; reações, implicações e argumentos | OneFootball

FIFA insiste em Super Mundial; reações, implicações e argumentos

Logo: Sambafoot

Sambafoot

A final entre Chelsea e Palmeiras, vencida pelos ingleses, pode marcar o fim do atual formato do Mundial de Clubes. A FIFA planeja, desde 2019, realizar um “Super Mundial” com 24 clubes, mas os planos encontram várias resistências.

A ideia era organizar a primeira edição em 2021, na China, mas a pandemia jogou um balde de água fria e a entidade manteve a competição com sete clubes. Agora, com a ideia de transformar a Copa do Mundo em bienal, o Mundial de Clubes pode ser jogado para escanteio de vez.

Relembre o funcionamento do novo Mundial de Clubes e veja porque os planos da FIFA ainda não vingaram!

Como seria o “Super Mundial” da FIFA

Antes de falar sobre as polêmicas em torno do “Super Mundial”, vale a pena relembrar a ideia do novo formato, que foi ventilado pela FIFA. Atualmente, os seis campeões de cada continente se juntam ao representante do país-sede em torneio eliminatório, em que o time europeu e sul-americano entram direto na semifinal.

No novo formato, o Mundial de Clubes seria realizado de quatro em quatro anos com 24 clubes, sendo oito europeus e seis sul-americanos. Eles seriam divididos em oito grupos de três times cada, em que o campeão de cada grupo avançaria para as quartas de final. A forma de classificação para o Mundial ainda não ficou decidida.

O formato atual, inserido em 2005, reúne representantes de todos os continentes. Anteriormente, a FIFA não organizava o torneio, que se chamava Copa Europeia/Sul-Americana e só juntava os campeões em jogo único. Agora, a ideia é adicionar ainda mais equipes de todas as regiões do mundo.

Entidade promete cotas milionárias para os clubes

A principal explicação para a mudança de formato é a busca por um torneio mais rentável financeiramente e com maior apelo para os clubes europeus. Quando anunciou os planos, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, indicou que os clubes vão receber um alto valor para participar.

Atualmente, o Mundial de Clubes não é unanimidade na entidade porque não traz retorno financeiro suficiente. Na última edição antes da pandemia, em 2019, a entidade gastou US$22 milhões para organizar e teve receitas de US$23 milhões, ou seja, um lucro de apenas US$1 milhão.

Porém, a pandemia tornou os planos incertos, porque o dinheiro que seria usado para bancar o torneio ficou mais difícil de conseguir. Assim, a edição 2021 do Super Mundial foi adiada e a FIFA organizou o torneio no formato antigo.

Calendário europeu e Copa do Mundo são obstáculos

A entidade máxima do futebol mantém os planos de organizar o Super Mundial, mas essa não parece uma tarefa simples. O principal obstáculo é o calendário do futebol europeu. Atualmente, o torneio ocorre no meio da temporada, mas se organizado em junho cairia nas férias dos jogadores.

Além disso, o Super Mundial também esbarra na ideia da FIFA de realizar a Copa do Mundo de dois em dois anos. Novamente, o apelo é financeiro. Nas contas da entidade, esse evento adicional teria potencial de trazer US$ 4,4 bilhões em receitas extras. Por outro lado, o torneio de clubes daria uma renda extra de US$ 1 bilhão.

Porém, a Copa bienal tem oposição da UEFA e a Conmebol, as duas principais confederações. Elas planejam um torneio paralelo se a ideia avançar, o que torna o objetivo da FIFA mais complicado. Há até a possibilidade de turbinar a Liga das Nações com seleções da América do Sul.

Em dezembro, a FIFA se reuniu com as associações para debater novamente a possibilidade de encurtar a distância das Copas, mas não houve avanço. Enquanto isso, o Mundial de Clubes parece ter perdido força dentro da entidade.

Edição de 2022 não está confirmada

Enquanto isso, não sabemos se o Mundial de Clubes em 2022 será realizado. O UOL noticiou que a FIFA não colocou o torneio no seu orçamento para a temporada. A edição anterior, vencida pelo Chelsea, foi organizada porque havia um contrato de patrocínio vigente, mas esse acordo vale somente até 2022.

Além disso, a Copa do Mundo no Qatar será disputada entre novembro e dezembro por conta do clima da região. Historicamente, o Mundial de Clubes é organizado em dezembro, então pode ser mais um obstáculo para a sua realização.

Portanto, não é possível cravar se a FIFA vai criar o Super Mundial ou mesmo seguir na realização anual do Mundial de Clubes. Nesse momento, 2025 parece ser o período mais viável, na data em que seria realizada a Copa das Confederações. Porém, não há nada confirmado e podemos até ficar sem o torneio por alguns anos.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo