Federação investiga ação de apostas em cartão recebido por jogador do Arsenal | OneFootball

Federação investiga ação de apostas em cartão recebido por jogador do Arsenal

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

A FA, federação que regulementa o futebol na elite da Inglaterra, está investigando um cartão amarelo aplicado para um jogador do Arsenal, que não teve o nome revelado. A penalidade teria sido aplicada durante a atual edição da Premier League e passou a ser suspeita após as casas de aposta relatarem um padrão de apostas em torno deste jogador. A entidade informou que está atenta à situação e que vai apurar as circunstâncias.

De acordo com o site “The Athletic”, as casas de apostas receberam uma quantidade incomum de dinheiro que foi colocada a um jogador do Arsenal, que teria recebido um cartão amarelo. Com a ação da FA sobre o caso, agora um corpo de governantes está analisando o assunto para saber quais medidas poderão ser tomadas e se realmente há uma atividade irregular.

Essas denominadas “apostas pontuais” acabam sendo um grande problema para os órgãos governamentais e para a federação, uma vez que esses resultados são fáceis de manipular por indivíduos envolvidos nos eventos esportivos. Como a investigação ainda está em curso e para não atrapalhar o trabalho dos órgãos competentes, o nome do jogador não foi divulgado.

O jornal “The Sun” chegou a divulgar a lista de jogadores do Arsenal que já receberam pelo menos um cartão amarelo na atual edição da Premier League. Nesta listagem estão os brasileiros Gabriel Martinelli e Gabriel Magalhães. Nomes importantes da equipe como Aubameyang, Thomas Partey e Ramsdale também já foram punidos. O suíço Granit Xhaka e o belga Lokonga lideram o número de amarelos recebidos, com quatro cada um.

A elite do futebol inglês já passou por escândalos envolvendo casas de apostas no passado. O lateral Kieran Trippier, atualmente no Newcastle, chegou a ser multado em 70 mil libras e banido do esporte por 10 semanas por uma violação, em dezembro de 2020. Também naquele ano, Daniel Sturridge foi banido por quatro meses por causa de informações de transferência que ele deu à sua família.

Saiba mais sobre o veículo