Fazendo as contas: Na dependência alheia | OneFootball

Fazendo as contas: Na dependência alheia

Logo: Guerreiro dos Gramados

Guerreiro dos Gramados

Faltam ainda oito rodadas para o fim da Série B e o Cruzeiro já se agarra em chances remotas de acesso. Para piorar, o empate contra o Botafogo deixou a margem de pontuação máxima a alcançar ainda mais limitada e basicamente a Raposa não tem mais nenhuma possibilidade de vacilar na reta final se quiser chegar ao G-4.

Os 63 pontos que o time celeste alcançaria em caso de oito triunfos consecutivos não necessariamente garantem o acesso, mas deixariam o Cruzeiro com boa perspectiva. A meta seria suficiente, por exemplo, nas últimas três temporadas. Entretanto, a calculadora celeste começa a precisar também dos vacilos rivais.

A partir desta coluna, a meta celeste será acompanhada também da projeção da campanha dos adversários. E como é tradição no GDG, ninguém joga a toalha de véspera.

Vamos as contas (segundo o site chance de gol)

Meta: Subiu para 63 pontos (pontuação que hoje confere mais chances de acesso do que permanência)

Aproveitamento necessário: Subiu de 88,9% para 100% (superior ao do Coritiba, líder com 60%)

Resultados almejados: 8 vitórias.

Chances de título atingindo esta meta: Inferior a 0,1%.

Chances de acesso atingindo esta meta: Superior a 80%.

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: 0%.

Chances de título do Cruzeiro: Mantiveram-se em menos de 0,01%.

Chances de acesso do Cruzeiro: Caíram de de 0,4% para 0,1%.

Chances de permanência na Série B do Cruzeiro: Subiram de 99,0% para 99,3%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Mantiveram-se em 0,6%.

Projeção

Avaí (F): 3 pontos.

Remo (C): 3 pontos.

Vila Nova (C): 3 pontos.

Londrina (F): 3 pontos.

Brusque (C): 3 pontos.

Vitória (F): 3 pontos.

Sampaio Corrêa (F) – 3 pontos.

Náutico (C) – 3 pontos

Combinações necessárias (no máximo 3 clubes podem superar o projetado para cada um na reta final)

1° Coritiba – 8 pontos – (54 pontos, podendo chegar a 62) – 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas

Sampaio Corrêa (C) – 1 ponto.

CRB (F) – 0 pontos

Operário (C) – 3 pontos

Náutico (F) – 0 pontos

Goiás (F) – 0 pontos

Brasil (C) – 3 pontos

CSA (C) – 1 ponto

Ponte Preta (F) – 0 pontos

2° Botafogo – 10 pontos – (52 pontos, podendo chegar a 62) – 3 vitórias, 1 empates e 4 derrotas

Brusque (C) – 1 ponto.

Goiás (F) – 0 pontos.

Confiança (C) – 3 pontos,

Vasco (F) – 0 pontos.

Ponte Preta (F) – 0 pontos.

Operário (C) – 3 pontos.

Brasil (F) – 0 pontos.

Guarani (C) – 3 pontos.

3° Goiás – 11 pontos – (51 pontos, podendo chegar a 62) – 3 vitórias, 2 empates e 3 derrotas

Londrina (F) – 1 ponto.

Botafogo (C) – 3 pontos.

Ponte Preta (C) – 3 pontos.

Operário (F) – 0 pontos.

Coritiba (C) – 3 pontos.

Remo (F) – 0 pontos.

Guarani (F) – 0 pontos.

Brusque (C) – 1 ponto

4° Avaí – 12 pontos – (50 pontos, podendo chegar a 62) – 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas

Cruzeiro (C) – 0 pontos.

Operário (F) – 1 ponto.

Brasil (F) – 1 ponto.

Vitória (C) – 3 pontos.

CSA (C) – 3 pontos.

Guarani (F) – 1 ponto.

Náutico (F) –  0 pontos.

Sampaio Corrêa (C) – 3 pontos

5° CRB – 13 pontos – (49 pontos, podendo chegar a 62) – 4 vitórias, 1 empate e 3 derrotas

Vila Nova (F) – 0 pontos.

Coritiba (C) – 3 pontos.

Sampaio Corrêa (C) – 3 pontos.

Ponte Preta (F) – 1 ponto.

Londrina (C) – 3 pontos.

Brusque (F) – 0 pontos.

Vitória (C) – 3 pontos.

Operário (F) – 0 pontos.

6° Vasco – 16 pontos – (46 pontos, podendo chegar a 62) – 5 vitórias, 1 empate e 2 derrotas

Náutico (F) – 0 pontos.

CSA (C) – 1 ponto.

Guarani (F) – 0 pontos.

Botafogo (C) – 3 pontos.

Vitória (C) – 3 pontos.

Vila Nova (F) – 3 pontos.

Remo (C) – 3 pontos.

Londrina (F) – 3 pontos.

7° Guarani – 16 pontos – (46 pontos, podendo chegar a 62) – 5 vitórias, 1 empate e 2 derrotas

Confiança (C)  – 3 pontos.

Sampaio Corrêa (F) – 0 pontos.

Vasco (C) – 3 pontos.

Vila Nova (F) – 0 pontos.

Brasil (F) – 3 pontos.

Avaí (C) – 1 ponto.

Goiás (C) – 3 pontos.

Botafogo (F) – 0 pontos.

8° CSA – 17 pontos – (45 pontos, podendo chegar a 62) – 5 vitórias, 2 empates e 1 derrota

Operário (C) – 3 pontos.

Vasco (F) – 1 ponto.

Vitória (F) – 3 pontos.

Remo (C) – 3 pontos.

Avaí (F) – 0 pontos.

Confiança (C) – 3 pontos.

Coritiba (F) – 1 ponto.

Brasil (C) – 3 pontos.

9° Náutico – 18 pontos – (44 pontos, podendo chegar a 62) – 6 vitórias e 2 derrotas.

Vasco (C) – 3 pontos.

Brasil (F) – 3 pontos

Brusque (F) – 3 pontos

Coritiba (C) – 3 pontos.

Confiança (F) – 3 pontos.

Sampaio Corrêa (C) – 0 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Cruzeiro (F) – 0 pontos

10° Sampaio Corrêa – 22 pontos – (40 pontos, podendo chegar a 62) – O Cruzeiro supera o Sampaio Corrêa caso vença todos os jogos restantes em função do confronto direto.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo