Favorito, PSG faz primeiro jogo em casa na UWCL tentando afastar a zebra ucraniana | OneFootball

Favorito, PSG faz primeiro jogo em casa na UWCL tentando afastar a zebra ucraniana

Logo: Terra de Zizou

Terra de Zizou

Após importante vitória na Islândia na abertura do Grupo B da UEFA Women’s Champions League, o Paris Saint-Germain faz nesta quarta-feira (13) a primeira partida em casa na competição. A partir das 13h45, o time comandado por Didier Ollé-Nicolle recebe o Kharkiv (UCR), em partida válida pela 2ª rodada. Pela mesma chave, às 16h, o Real Madrid (ESP) recebe o Breidablik (ISL).

PSG vem de goleada na D1 Arkema | Foto: PSG/Divulgação

A meta do PSG é garantir a segunda vitória e fechar bem outubro para pensar no puxado mês de novembro. Nas primeiras semanas do décimo primeiro mês do ano, as parisienses fazem os dois jogos contra o Real Madrid pela UWCL, com um duelo frente o Lyon, pela Division 1, entre os dois compromissos.

Pensando nisso, Ollé-Nicolle tem feito de tudo para garantir força física máxima de suas atletas. Um exemplo disso foi na vitória por 6 a 0 sobre o Guingamp, pela 5ª rodada do Campeonato Francês. Antes dos 10 minutos do segundo tempo, já com o placar em 4 a 0, o treinador sacou de campo Katoto (autora de três gols no jogo) e Karchaoui, já pensando em descansá-las para a sequência de jogos.

“Temos que recuperar bem as atletas, porque temos quatro jogos em 15 dias. Você tem que administrar o grupo entre quem joga mais e quem precisa manter o ritmo. Temos que ser capazes de manter todas no mesmo nível de intensidade para encarar as partidas da melhor maneira possível”, afirmou Ollé-Nicolle.

Pela frente, porém, o PSG sabe que terá um adversário osso duro de roer. O Kharkiv, atual campeão ucraniano, chegou à fase de grupos passando por NSA Sofia (BUL) e Pomurje (SVN) na primeira eliminatória e Apollon Limassol (CHP) no segundo mata-mata, e deu trabalho ao Real Madrid na 1ª rodada. Mesmo finalizando menos do que as espanholas e sequer acertando o alvo nos poucos chutes que teve, o time ucraniano foi vazado apenas uma vez e saiu de campo batido após um gol de Lorena Navarro, ainda na etapa inicial.

Para tentar afastar a zebra ucraniana, Ollé-Nicolle não conta com nenhum desfalque de última hora. As únicas atletas ausentes são a goleira Constance Picaud e a brasileira Luana, que já estão há alguns meses entregues ao departamento médico tratando de lesões mais graves.

Além disso, o treinador do PSG deposita suas fichas na ótima fase de Sara Däbritz. Artilheira do time no Campeonato Francês, atrás apenas de Katoto, a atleta alemã foi eleita a melhor jogadora de setembro na liga local, recebendo 36,72% dos votos (ficou a frente, exatamente, de Katoto).

Däbritz foi o destaque de setembro no Francês | Foto: PSG/Divulgação

Paris Saint-Germain e Kharkiv se enfrentam no estádio Jean-Bouin a partir das 13h45 e a partida tem transmissão liberada pelo YouTube do DAZN.

Saiba mais sobre o veículo