Executivo do Inter comenta sobre renovação de Guerrero: “É difícil baixar salário” | OneFootball

Executivo do Inter comenta sobre renovação de Guerrero: “É difícil baixar salário”

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

O Internacional passa por uma fase complicada envolvendo a renovação de jogadores importantes, incluindo Paolo Guerrero. No entanto, o salário do centroavante é um dos empecilhos para o acordo ser fechado.

O peruano tem o maior salário entre os atletas do elenco, que gira em torno de 800 mil reais. Assim sendo, em entrevista à Rádio Grenal nesta manhã de terça-feira (22), o executivo de futebol Paulo Bracks comentou sobre a ampliação de vínculo com uma possível redução salarial.

“É difícil baixar salário hoje no Brasil, hoje em dia há uma legislação muito dura em relação a isso”, declarou.

Todavia, a situação de Guerrero segue indefinida no Internacional. O centroavante tem vínculo com o Colorado até dezembro e ainda não houve conversas sobre a renovação. De acordo com o portal Torcedores.com, o peruano se reuniu com os dirigentes e foi definido que as tratativas vão se iniciar no fim da temporada.

A meta de redução orçamentária também afeta o planejamento da folha de pagamento do elenco. Sendo assim, se Guerrero quiser continuar no Inter na próxima temporada, precisa readequar seus vencimentos a realidade do clube.

Aos 37 anos, Guerrero participou de 14 jogos nesta temporada, entre seleção e clube, mas a maioria dos jogos foi saindo do banco de reservas. O centroavante tem 431 minutos disputados e dois gols marcados. Ao todo ele tem 70 partidas com 32 gols marcados e três assistências.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo