Ex-técnico da Seleção Inglesa admite interesse em trabalhar na MLS

Logo: Território MLS

Território MLS

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fterritoriomls.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2F1002817036.jpg&q=25&w=1080

Aos 73 anos, Roy Hodgson, ex-treinador do Crystal Palace/ING, não descarta trabalhar na MLS, com a chegada eventuais propostas

O trabalho de subida de patamar da Major League Soccer tem atraído diversas figuras do futebol mundial ao longo dos anos e, recentemente, Roy Hodgson, técnico que dirigiu diversos clubes da Premier League, sendo o mais recente o Crystal Palace/ING, demonstrou estar acompanhado de perto a evolução do campeonato.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=720&image=http%3A%2F%2Fterritoriomls.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2Fhodgson-cry-fans-article.png&q=25&w=1080

“O futebol parece estar avançando aos trancos e barrancos nos Estados Unidos no momento. Não há dúvidas de que o trabalho que vem sendo feito na MLS está rendendo frutos”, disse Hodgson a rádio SiriusXM FC, da Inglaterra.

No final da temporada europei, o técnico anunciou que não permaneceria na Inglaterra após termino de seu contrato com o Palace. Ainda sem saber se o próximo passo da sua carreira é uma aposentadoria, Hodgson não descartou trabalhar na MLS.

“Vejo o número de equipes crescendo a cada ano, vejo os números de público se tornarem enormes, equipes iguais na Premier League. O futebol de lá está cada vez mais forte. Quem sabe? Eu certamente não descartaria nada no momento”, ressaltou.

Com um currículo extenso, Roy Hodgson dirigiu seu primeiro clube na década de 70, o Halmstads BK/SUE, sendo duas vezes campeão sueco. Ao todo, o treinador esteve a frente de 22 equipes, contando suas passagens por três seleções diferentes, sendo elas a Inglaterra, Finlândia e Suiça.

O treinador teve a oportunidade de trabalhar com grandes nomes da história do futebol, como o Ronaldo Fenômeno, na Inter de Milão/ITA e levou a equipe italiana a final da Copa UEFA em 1997, saindo derrotado para o Schalke 04 naquelaoportunidade. Na terra da Rainha, um dos seus grandes feitos foi ter levado o modesto Fullham/ING para a final da Europa League, na década de 2000.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=607&image=http%3A%2F%2Fterritoriomls.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2Fschalke_won_the_final_on_penalties.jpeg&q=25&w=1080

(Capa: Reprodução/Imago Imagens)

Saiba mais sobre o veículo