Escândalo na Bundesliga! Stuttgart revela que seu melhor jogador atua com nome e idade falsos

Logo: Alemanha FC

Alemanha FC

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-Cwlvpux6aXM%2FYL-0S_bmyHI%2FAAAAAAAAgpA%2FAlbL7DxUxkofZMI9tzI8FBLJ9Nz5CPWZgCLcBGAsYHQ%2Fw640-h426%2FWamangituka1.jpg&q=25&w=1080

Um verdadeiro escândalo no futebol alemão veio à tona nesta terça-feira envolvendo o atacante Silas Wamangituka, destaque do Stuttgart na última temporada da Bundesliga. Ele, inclusive, foi eleito para seleção ideal do Campeonato Alemão.

Em um comunicado oficial publicado em seu site, o clube suábio informou que o nome real do atleta é Silas Katompa Mvumpa e vinha utilizando uma identidade falsa após armação e ameaças de um antigo empresário, que não teve o nome revelado.

Tudo começou em 2017, quando o jogador da República Democrática do Congo tinha 17 anos de idade e fez um teste no Anderlecht, da Bélgica.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=719&image=https%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-Cwlvpux6aXM%2FYL-0S_bmyHI%2FAAAAAAAAgpA%2FAlbL7DxUxkofZMI9tzI8FBLJ9Nz5CPWZgCLcBGAsYHQ%2Fw640-h426%2FWamangituka1.jpg&q=25&w=1080

O clube belga se interessou na contratação e pediu que o atacante retornasse ao seu país para tentar um um visto de permanência na Europa. Silas foi convencido pelo agente a seguir na Europa, alegando que ele poderia ser desautorizado a voltar se retornasse ao Congo.

Esse empresário falsificou a documentação de Silas Mvumpa, que ganhou o nome de Wamangituka. Além disso, sua data de nascimento foi alterada para um ano depois - ou seja, ele é mais velho do que o registrado oficialmente.

Antes de chegar ao Stuttgart em 2019, Silas defendeu dois times franceses: Olympique Alès e Paris FC. O congolês sofria ameaças do empresário sobre a carreira e a segurança da família.

Chegada no Stuttgart

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=605&image=https%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-pXL7S6fvTh0%2FYL-0X6wn7uI%2FAAAAAAAAgpE%2FA4sAcxPwLLw54Kl11VS4dVvYRAPmd3g-gCLcBGAsYHQ%2Fw640-h358%2FWamangituka2.jpg&q=25&w=1080

Há dois anos, quando foi contratado pelo clube alemão, a DFB (Federação Alemã de Futebol) chegou a investigar a identidade do atleta, já que a imprensa francesa colocava em dúvida sua idoneidade.

Wamangituka se afastou do antigo empresário e contou toda situação à diretoria do Stuttgart, que desde antão vem apoiando o seu jogador com ações legais contra o ex-agente, além de conversas com autoridades e a DFB. 

"De acordo com todo o conhecimento atual, o fornecimento de dados pessoais adulterados pelo seu agente não teria sido necessário para que Silas recebesse o status de residente na Europa. Ao invés disso, tudo indica que as autorizações de residência emitidas na França e na Alemanha teriam sido emitidas mesmo se o antigo empresário não tivesse colocado Silas sob pressão e fornecido dados pessoais divergentes. Também não é evidente que Silas tenha obtido qualquer benefício financeiro das ações de seu ex-agente", diz um trecho do comunicado do clube.

Silas Wamangituka - ou Silas Katompa Mvumpa, seu nome original - foi um dos destaques do Stuttgart na temporada 2020/2021 da Bundesliga. Em 25 jogos disputados, marcou 11 gols e deu cinco assistências.

Saiba mais sobre o veículo