Empresário refuta troca entre São Paulo e Grêmio e explica saída de Bruno Alves: “Precisava ter mais espaço” | OneFootball

Empresário refuta troca entre São Paulo e Grêmio e explica saída de Bruno Alves: “Precisava ter mais espaço”

Logo: Arquibancada Tricolor

Arquibancada Tricolor

No final da temporada passada, São Paulo e Grêmio efetuaram “trocas” de jogadores: enquanto o clube do Morumbi recebeu Alisson e Rafinha, o time gaúcho contratou Bruno Alves, Benítez e Orejuela. As negociações davam a entender que os clubes haviam se acertado pelo intercâmbio de atletas. Contudo, ao explicar como ocorreram as negociações, o empresário Nick Arcari refutou o acerto “casado”: “Dificilmente surge entre os clubes“.

Em entrevista à Central do Mercado, o empresário foi questionado se o interesse pela troca havia sido iniciado pelos times, em comum acordo. A pergunta foi feita pelo jornalista Marcelo Braga, que interpelou Nick para saber com exatidão os bastidores das tratativas.

Marcelo, dificilmente surge entre os clubes. O que sempre acontece é um planejamento, um trabalho que é feito com antecedência. Quando vai chegando o término das temporadas, nós, empresários, entramos em contato com os clubes para entender qual vai ser o projeto para a próxima temporada“, explicou Nick.

Pormenorizando os casos de seus agenciados, Nick Arcuri falou sobre Alisson e Bruno Alves. De acordo com ele, na mudança de ares de ambos, acabou sendo priorizado o interesse do atleta e suas aspirações futuras.

Entrei em contato com o Grêmio e foi chegado a um consenso que Alisson tinha que mudar de ares. Ele estava há bastante tempo – cinco anos, no Grêmio. Fui ao mercado, para poder falar com alguns clubes que mapeei e achava que era o perfil. Alguns me deram respostas positivas, mas quando tive a resposta do São Paulo, Alisson priorizou porque era um sonho dele vestir a camisa do clube“, explicou o empresário.

Saída de Bruno Alves do São Paulo

No caso do zagueiro, Nick Arcuri indicou que a idade e a busca por espaço foram basilares para que o jogador deixasse o Morumbi – onde exercia liderança nos vestiários e, naturalmente, tendia a seguir no grupo.

Sobre o Bruno: ele está numa idade que chegamos a um consenso que ele precisa jogar. Ele precisava ter mais espaço e mais oportunidades. No São Paulo, ele havia perdido espaço para ser titular. Ele estava no grupo, iria continuar, pela influência e liderança nos vestiários. Mas ele me pediu isso e acabei falando com o São Paulo. Procurei alguns clubes e falei do interesse do Grêmio. Ele havia sido reprovado num teste quando jovem e tinha essa vontade de vestir a camisa do time“, finalizou Arcuri.

Confira a entrevista completa abaixo ou clique aqui.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC: InstagramYouTubeTwitterCanal no TelegramConheça a nossa LojaConfira as Últimas Notícias do Tricolor

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo