Em jogo repleto de faltas, Colorado Rapids vence Portland Timbers com um jogador a menos | OneFootball

Em jogo repleto de faltas, Colorado Rapids vence Portland Timbers com um jogador a menos

Logo: Território MLS

Território MLS

Em duelo de times que comandaram a Conferência Oeste na última temporada, a vitória ficou para o time de casa que se reaproximou da vaga para os playoffs

Neste sábado (30), o Colorado Rapids deu mais um passo na sua recuperação na Major League Soccer e venceu o Portland Timbers por 2 a 0. Os gols marcados pelo atacante chileno Diego Rubio, no primeiro tempo, e pelo meia canadense Mark-Anthony Kaye, no último minuto da segunda etapa, recompensaram a equipe mais dominante em jogo, que mesmo com um a menos por mais de 30 minutos, demonstrou superioridade em campo.

Com o resultado, os Rapids alcançaram a oitava posição da Conferência Oeste com 12 pontos somados em nove partidas, enquanto os  Timbers se encontram afundados na décima colocação com um ponto a menos, mas possuindo um jogo a mais que o rival.

O próximo compromisso do Colorado é no próximo sábado (7) contra o San José Earthquakes, fora de casa. No mesmo dia, o Portland Timbers junta os cacos para encarar o New York Red Bulls, novamente longe dos seus domínios.

(Reprodução: Jack Dempsey/ Oregon Live)

  1. Quer assistir UM MÊS DE MLS NA FAIXA? Assine AGORA mesmo o DAZN e tenha 30 dias grátis! Clique AQUI!

O JOGO

Bastante estudada, a partida começou em ritmo lento, apesar da finalização de Jonathan Lewis de fora da área, logo aos 3′. Os times tentavam arranjar espaços nas defesas adversárias, mas não conseguiam criar chances e oferecer perigo aos goleiros.

A situação começou a mudar a partir dos 2o’, quando Mark-Anthony Kaye recebeu passe de Jonathan Lewis e mandou no canto de Ivacic, que precisou se esticar para realizar a defesa e mandar para escanteio.

Na cobrança, Kaye fez cruzamento perfeito para Abubakar, livre de marcação, pular mais alto que qualquer jogador e marcar. Entretanto, o VAR anulou o lance, marcando impedimento de Lewis, que participou indiretamente do lance, atrapalhando o campo de visão do goleiro.

Aos 26′, os Timbers tentaram responder com finalização colocada de Yimmi Chará, mas foi o adversário que alcançou o gol. Ativo nas jogadas ofensivas do Colorado, Lewis partia em velocidade próximo da área e sofreu falta. Na cobrança, Diego Rubio mandou a bola no canto esquerdo do gol. Sem chances para o goleiro esloveno do time de Oregon.

Apesar de estar com a vantagem, o Colorado Rapids buscava ampliar a vantagem. Aos 37′, após cobrança de escanteio, Kaye recebeu passe de Zardes e soltou a bomba no travessão.

O Portland chegou na sua melhor chance de gol no primeiro tempo aos 42′. Dairon Asprilla deu belo lançamento para Loría, que dominou no peito e chutou, mas William Yarbrough fez grande defesa.

  1. Veja também: Revista TMLS – Guia da Temporada 2022 da MLS

A intensidade demonstrada na segunda metade da primeira etapa, prosseguiu no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Jonathan Lewis puxou contra-ataque no campo de defesa, driblou um marcador e chutou de fora da área, exigindo boa defesa do goleiro. Em contrapartida, Marvin Loría recebeu passe em profundidade de Jaroslaw Niezgoda e ficou cara a cara com o goleiro dos Rapids, mas não pegou bem na bola e isolou.

A impressão é de que era questão de tempo para um gol sair, principalmente a favor do time de Denver, que dominava a partida e quase ampliou em diversas oportunidades. Gyasi Zardes, Michael Barrios, Jonathan Lewis e Lalas Abubakar tiveram as principais chances para os mandantes ampliarem a sua vantagem. Entretanto, a situação mudou quando o autor do gol, Diego Rubio, levou o segundo cartão amarelo e expulso, aos 63′.

Apesar da desvantagem em campo, o Colorado Rapids possuía o maior volume de jogo e quase chegou ao segundo gol, mesmo com um a menos. Lewis recebeu passe de Barrios, partiu em velocidade, entrou na área, mas o ponta esquerda perdeu o duelo para o goleiro do Portland Timbers mais uma vez, que realizou a defesa, aos 69′.

Com o jogo se encaminhando para reta final, Robin Fraser optou por recuar a equipe e tirou as principais peças ofensivas da equipe para colocar jogadores para preencherem o meio de campo. A alteração deixou os donos da casa mais presos no campo de defesa e o Portland Timbers passou a criar mais chances. Em cobrança de escanteio aos 83′, o zagueiro Zac McGraw pulou mais alto que os defensores dos Rapids,  cabeceou sem muita força para o gol e o goleiro adversário não teve trabalho para realizar a defesa.

Quando o jogo se encaminhava para a vitória magra, em contra-ataque aos 95′, Barrios recebeu lançamento da defesa, segurou a bola e deu passe para Kaye, que vinha correndo em alta velocidade. O camisa 14 cortou o marcador, ajeitou e chutou colocado no canto de Ivacic para marcar o gol que garantiu a vitória de sua equipe.

MELHORES MOMENTOS

FICHA TÉCNICA

Colorado Rapids – 2 Yarbrough; Rosenberry, Abubakar (Moor), Trusty, Beitashour (Esteves); Kaye, Acosta, Alves (Barrios), Lewis (Vallecilla); Rubio, Zardes (Mezquida) Téc.: Robin Fraser

Portland Timbers – 0 Ivacic; Van Rankin (Bodily), Mabiala (McGraw), Tuiloma, Rasmussen; Paredes (Ayala), Williamson (Zuparic), Loria (Moreno), Chara; Asprilla, Niezgoda Téc.: Giovanni Savarese

Gols: Diego Rubio e Mark-Anthony Kaye (COL) Cartões amarelos: Max Alves, Lalas Abubakar, Diego Rubio (2x), Steven Beitashou, Auston Trusty e William Yarbrough (COL) / Larrys Mabiala, Eryk Williamson, Aljaz Ivacic e José Van Rankin (POR) Cartões vermelhos: Diego Rubio (COL)

(Capa: Reprodução/ Jack Dempsey Oregon Live)

Saiba mais sobre o veículo