Elder Campos critica decisão da FPF e esconde time para a final da Copinha | OneFootball

Elder Campos critica decisão da FPF e esconde time para a final da Copinha

Logo: Diário do Peixe

Diário do Peixe

Elder Campos é o comandante do Peixe na Copinha (Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O técnico Elder Campos criticou a decisão da FPF de mandar a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior para o Allianz Parque. Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, o treinador do Santos lembrou que a decisão, pela primeira vez, não será jogada em campo neutro.

“Nós também temos um campo sintético no Santos, mas o que nos surpreendeu foi a decisão de jogar com mando de uma decisão pela primeira vez. Pelo regulamento, teria que ser com campo neutro. Mas vamos atuar respeitando a equipe do Palmeiras. Quem quer ser campeão tem que enfrentar o adversário no campo deles. Acredito que será um jogo muito equilibrado. Nós conhecemos, admiro o trabalho do Paulo. Espero fazer um grande jogo e conquistar nosso objetivo”, afirmou Elder Campos.

Elder ainda afirmou que não definiu o time da final diante do desfalque do meia Lucas Barbosa, que vai cumprir suspensão por cartão amarelo. O treinador reforçou a importância do garoto na competição, mas acredita que o coletivo vai conseguir chegar no objetivo.

“Ainda não defini. Tem umas duas ou três opções. Iremos estudar. Eles tem uma saída com três, outra com dois. Então temos que nos preparar bem”, comentou o treinador.

“O Lucas fez uma grande Copa São Paulo. É uma perda grande para nós, pela importância. Mas quem entrar fará um grande jogo. Temos peças que tem condições de suprir a ausência dele. Com esse pensamento que vamos. O Andrey entrou e fez um grande jogo. O coletivo que nos trouxe até aqui é o que vai nos levar ao nosso objetivo”, ressaltou o ex-jogador do Peixe.

O zagueiro Derick, um dos capitães da equipe, também representou o Santos na coletiva da FPF e falou sobre a mudança no mando de campo.

“Eu acho que em relação a isso, foi uma decisão da Federação, torcida única na final. Nós como jogadores estamos preparados para isso. Faz parte do futebol, torcida a favor, torcida contra. A gente treinou bastante, fizemos uma boa competição e vamos fortes para a final. Temos certeza que será um grande jogo, independente do estádio e da torcida”, afirmou o defensor.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo