É mole? Apresentadora culpa Filipe Luís por entrada dura e cartão vermelho de Rodinei

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fcolunadofla.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F02%2Frenata-fan-band.jpg&q=25&w=1080

FOTO: REPRODUÇÃO/BAND

No último domingo (21), o Flamengo venceu, de virada, o Internacional, por 2 a 1, no Maracanã, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro a uma rodada do fim. No início do segundo tempo, Rodinei, lateral-direito do Colorado, emprestado pelo Rubro-Negro, deu entrada forte em Filipe Luís e foi expulso após o árbitro Raphael Claus checar o VAR.

Renata Fan, apresentadora do programa “Jogo Aberto” da Band e colorada assumida, culpou Filipe Luís pela expulsão de Rodinei. Segundo ela, o jogador do Inter não atinge a bola pois o lateral-esquerdo do Fla a desloca.

– Ele poderia até ter dado um cartão amarelo, até aceitaria. Mas um cartão vermelho não. Porque quando o Filipe Luís coloca o pé na bola no último momento, ele desloca a bola. Então, o pé do Rodinei acerta o Filipe Luís, porque o Filipe Luís tira a bola. O Rodinei está indo para tirar a bola, e só não o faz porque a bola é deslocada pelo adversário. 

Indignada com a arbitragem, Renata Fan não poupou críticas à Claus e ao restante da equipe. Ainda segundo ela, Flamengo e Rogério Ceni não precisavam passar por isso. “Situação vexatória” foi o termo usado pela apresentadora para definir a atuação dos árbitros.

– Se tem uma pessoa vitoriosa no futebol, é o Rogério Ceni. Agora, ele e o Flamengo não precisavam, pela qualidade que têm, pelo valor do time, pelos talentos individuais, participar de uma situação tão vexatória. 

– Independente do que aconteça, eu não vou esquecer nunca do jogo de ontem e do que aconteceu em relação à arbitragem do Raphael Claus e ao VAR. O que me impressiona é que não é o VAR que define. O VAR recomenda. Mas neste lance, ele não tinha dado nem cartão amarelo, nada. Ele volta e dá o vermelho direto. O Flamengo poderia ganhar no onze contra onze. Acho que o Claus tira a igualdade de condições da partida.



Líder do Brasileirão, com 71 pontos, o Mais Querido visita o São Paulo na noite desta quinta-feira (25), às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, em jogo decisivo, válido pela última rodada do torneio. Caso vença o Tricolor paulista, o clube da Gávea conquistará o oitava título brasileiro de sua história. O Inter, por sua vez, tem 69 pontos, e recebe o Corinthians, no Beira-Rio, no mesmo dia e horário.