Du Queiroz recorda celebração da Libertadores de 2012 e fala de gol contra o Boca: “Estava escrito” | OneFootball

Du Queiroz recorda celebração da Libertadores de 2012 e fala de gol contra o Boca: “Estava escrito”

Logo: Central do Timão

Central do Timão

  1. Por Tatiana Carvalho / Redação da Central do Timão

Nesta terça-feira (28), Corinthians e Boca fazem a reedição da final da Libertadores de 2012, mas desta vez nas oitavas de final da competição. Du Queiroz, que tinha 12 anos na época, relembrou a celebração daquele título inédito.

Eu assisti em casa, onde eu moro até hoje. A sensação foi indescritível. Eu lembro que tinha uma rapaziadinha da rua, e quando o Corinthians foi campeão a gente pegou a bicicleta e saiu pedalando falando ‘Vai Corinthians’. Foi muito bom”, relembrou o volante.

Na última partida contra o Boca Juniors, que terminou empatada por 1 x 1 e foi disputada na La Bombonera, pela fase de grupos da competição continental, Du Queiroz foi o autor do gol alvinegro. Ele relembrou o momento, que marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Jogar lá é muito difícil. A gente começou jogando atrás e eles pressionando. Estava um pouco complicado o jogo, até que eu recebi uma bola de trás e consegui driblar três caras, fui tocando a bola e até que consegui o escanteio. Aí, no rebote, o Raul nunca é de tocar aquela bola. Dentro da área ali, ele só pensa nele. Quando sobrou aquela bola ali eu pensei: ‘ele não vai tocar’. Ele rolou pra trás e eu simplesmente chutei. Falei pros caras que Deus soprou aquela bola, saiu muito fraca, mas acho que isso fez sair o gol. O goleiro deu até uma escorregada… Foi tudo pra acontecer aquilo naquele momento, pro gol ser meu. Estava escrito mesmo”, comentou o camisa 37 em entrevista à TNT.

O volante aproveitou para falar sobre a cobrança para marcar novamente contra os xeneizes, na partida desta terça-feira (28), que será disputada na Neo Química Arena, a partir das 21h30 (de Brasília).

O pessoal fala, mas tem que continuar trabalhando, fazer o que a gente vem fazendo, que as coisas acontecem naturalmente, como aconteceu”, concluiu Du Queiroz.

Peça-chave no esquema tático de Vítor Pereira, o volante esteve presente nas seis partidas do Timão na Libertadores até aqui, mas ainda é dúvida para o confronto desta noite devido a uma contratura muscular. As confirmações de desfalques e relacionados saem uma hora antes da partida entre Corinthians e Boca Juniors.

Veja mais:

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo