Douglas Luiz é o único que está na Copa América e vai para Tóquio. Jardine explica

Logo: Jogada10

Jogada10

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F05%2F51204825907_775352c25d_c.jpg&q=25&w=1080

Da lista dos 18 convocados para Tóquio, apenas um jogador que integra a seleção principal na Copa América foi chamado para defender a equipe olímpica: o volante Douglas Luiz, que defende o Aston Villa.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=720&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F05%2F000_8RE8AR.jpg&q=25&w=1080

O treinador André Jardine disse que essa liberação foi uma das negociações mais complicadas e que estava muito satisfeito pelo final feliz:

“Vários jogadores da Seleção principal poderiam estar aqui e queríamos muito aqueles que começaram com a gente, como é o caso do Douglas Luiz, que está no grupo desde o início e foi capitão no torneio de Toulon. Sabíamos que é complicado um clube ceder o jogador para duas competições, uma delas fora da data-fifa. Afinal, ficaria sem o atleta por 70 dias. O  Douglas é o único com esse privilégio, pois o Aston Villa entendeu que ele queria muito estar em Tóquio e o liberou”.

Jardine listou as qualidades que tornam o  jogador essencial para a disputa olímpica:

“Ele tem uma característica bastante própria de um volante defensivo, com força e nível para ser jogador da seleção principal. Por isso não queríamos abrir mão dele”.

Os jogadores convocados se apresentarão no dia 1º de Julho em São Paulo.  Treinarão no CT do Palmeiras até o dia 8, quando viajarão para Doha, no Qatar. Ficarão no país árabe até o dia 15, quando vão para o Japão.

Saiba mais sobre o veículo