Diego Costa, infectado com a Covid-19 em setembro, descobre Trombose

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

Imagem do artigo: Diego Costa, infectado com a Covid-19 em setembro, descobre Trombose

O jogador espanhol foi diagnosticado com Trombose e não enfrentará o Lokomotiv hoje pela Champions

Acredita-se que a Trombose surgiu devido ao virus da Covid-19, cujo o qual o jogador foi diagnosticado como positivo em Setembro desse ano.

Segundo o Dr. González, o coronavírus pode ter influenciado neste novo contratempo. “Pode ser uma sequela do COVID, isso implica que tem que dar a ele um tratamento com Heparina e provavelmente mais de 6 meses com tratamento. A licença médica vai depender da evolução. A princípio, se você tem inflamação de toda a perna, pelo menos um mês, e daí em diante o quanto você quiser. Se não descansar, o risco é que o trombo se desprenda e vá para o pulmão. Tem que ter cuidado, descansar e tratar ”, diz o médico ao As. 

Com isso, Diego Costa abandonou o elenco Colchonero para o jogo desta noite com o Lokomotiv. De acordo com o time do Atlético, “Diego sofre uma trombose venosa profunda espontânea na perna direita. Não está relacionada a trauma ou lesão anterior e está pendente de evolução”

O atacante encerrou o treino de ontem com desconforto. Até hoje, Costa jogou um total de 185 minutos, onde marcou apenas um gol. Desse modo, Diego não poderá desencantar, pois há mais de dois anos não possui a chance de marcar pelo Atlético na competição continental.

Com a ausência do atacante e de Luisito Suarez, que está com covid-19, resto da lista de relacionados aparece sem outras grandes novidades. Entre Germán Valera como Ricard e Camello. Todos os três estão esperando por uma chance na competição continental. Simeone vai tentar ir com tudo para um jogo-chave onde o Atleti quer chegar a classificação