'Depende só de mim': Felipe Anderson quer nova chance na Seleção

Logo: OneFootball

OneFootball

Marcos Monteiro

Imagem do artigo: 'Depende só de mim': Felipe Anderson quer nova chance na Seleção

O saldo da Seleção Brasileira depois da data Fifa é positivo: dois jogos, duas vitórias e o primeiro lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Mas, em um início de caminhada rumo ao Catar, Tite ainda deve rodar a lista de convocados e fazer outros testes.

Um jogador que está na expectativa de ser convocado e ter mais uma chance é Felipe Anderson. O meia, que recentemente deixou o West Ham para acertar com o Porto, falou com exclusividade ao OneFootball, em parceria com o site de apostas online Betway.

Longe de um dos polos do futebol europeu, Felipe Anderson acha que não atuar em um dos gigantes europeus não deve ser um problema para chamar a atenção de Tite e da comissão técnica canarinha.

“Na Seleção avaliam tanto a parte individual quanto o coletivo. Quando seu time está bem, chama a atenção. Eu creio que o time estando bem é a mesma coisa. Lógico que se seu time briga por título, por competições europeias te ajuda a ter uma visibilidade maior. Mas creio que depende só de mim, se eu fizer uma boa temporada terei chances de novo”, afirmou.

“Primeiramente eu sei que para a Seleção você precisa estar em um alto nível sempre. Então eu quero consolidar e ser consistente nessa temporada, em vitórias com o time, gols, assistências, ter uma boa performance para poder, sim, chamar a atenção do treinador da Seleção Brasileira e quem saber ter novas chances”.


Apenas três longe dos holofotes

A realidade, porém, pode indicar o contrário. Na última convocação de Tite, dos convocados que atuam na Europa, apenas três não estavam em equipes “gigantes” do Velho Continente.

Cinco atletas convocados atuam no Brasil, enquanto os demais estão em equipes consideradas gigantes e com tradição em liberar jogadores para a Seleção.

Convocados em gigantes europeus: Alisson (Liverpool), Danilo (Juventus), Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Felipe (Atlético de Madrid), Renan Lodi (Atlético de Madrid), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Bruno Guimarães (Lyon), Coutinho (Barcelona), Gabriel Jesus (Manchester City), Rodrygo (Real Madrid), Neymar (PSG), Firmino (Liverpool);

Convocados de equipes periféricas: Alex Telles (Porto, agora no Manchester United), Everton Cebolinha (Benfica), Richarlison (Everton), Douglas Luiz (Aston Villa);

Convocados que atuam no Brasil: Santos (Athletico Paranaense), Weverton (Palmeiras), Gabriel Menino (Palmeiras), Rodrigo Caio (Flamengo), Everton Ribeiro (Flamengo).