Defesa foi bem, mas ataque do São Paulo precisa melhorar muito | Tática Didática

Logo: Arquibancada Tricolor

Arquibancada Tricolor

Confira abaixo a análise do Tática Didática do empate em 0x0 entre São Paulo x Atlético-MG pela 22ª rodada do Brasileirão:

O São Paulo iniciou o jogo com os laterais bastante presos no campo defensivo, muitas vezes formando uma linha de 5 para dar amplitude e dificultar a penetração do time atleticano.

O Atlético-MG buscou insistir nas jogadas pelo lado esquerdo com Guilherme Arana, mais adiantado uma vez que Júnior Alonso fazia a função de lateral esquerdo. Porém, o São Paulo conseguiu controlar os espaços com uma forte marcação por zona deslocando na amplitude seu bloco de marcação.

O primeiro tempo foi de muita marcação para o time do São Paulo, que começou o segundo com mais intensidade visando pegar desprevenida a defesa do Atlético. Luciano e Rodrigo Nestor eram os jogadores mais participativos na construção de jogadas. O meia se apresentava mais para criar linhas de passe e atacar espaços e o atacante saía da área atraindo a marcação criando os espaços.

Mas o time do São Paulo não finalizou tanto e permitiu que o Atlético-MG voltasse a ter o controle da partida por meio da sua subida de marcação para forçar erros do São Paulo na saída de bola. Mas o jogo terminou empatado com o placar zerado.

Neste vídeo, explicamos mais sobre os pontos positivos e negativos do São Paulo. Veja abaixo ou clicando aqui:

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo