Da Islândia ao Cazaquistão, um resumão da quinta-feira de 47 partidas pela Conference League | OneFootball

Icon: Trivela

Trivela

·22 de julho de 2022

Da Islândia ao Cazaquistão, um resumão da quinta-feira de 47 partidas pela Conference League

Imagem do artigo:Da Islândia ao Cazaquistão, um resumão da quinta-feira de 47 partidas pela Conference League

A Conference League oferece um cardápio vasto de partidas em suas preliminares. Nada menos que 53 duelos aconteceram nesta semana, na ida da segunda fase classificatória, com 47 jogos concentrados apenas nesta quinta-feira. Muitos times tradicionais entraram em campo e, na maioria dos casos, cumpriram o favoritismo. Equipes como o Vitória de Guimarães, o AZ, o Slavia Praga, o Basel, o Young Boys e o Aris saíram com bons resultados. Porém, alguns times de mais peso tropeçaram, com menções principais ao PAOK e ao FCSB (o antigo Steaua Bucareste). Abaixo, um resumão.

Os representantes das ligas mais relevantes venceram. O Vitória de Guimarães atropelou a Puskás Akadémia em Portugal, por 3 a 0. Tiago Silva marcou um golaço de fora da área e o brasileiro Anderson Silva, em sua estreia após deixar o Famalicão, assinalou seu primeiro gol logo no primeiro toque na bola. O AZ também ganhou, mas sem o mesmo conforto com o 1 a 0 sobre o Tuzla City em Alkmaar. Dani de Wit marcou de pênalti, aos 12 minutos.

Um país que se deu bem no dia foi a Suíça. O Young Boys venceu o Liepaja por 1 a 0 na Letônia, gol de Christian Fassnacht. Já o Basel anotou 2 a 0 sobre o Crusaders no St. Jakob-Park, com direito a um golaço de letra assinado por Adam Szalai. E a Ucrânia conseguiu uma vitória excelente com o Vorskla Poltava. Por causa da guerra, a equipe não pode mandar seus jogos no país e vai enfrentar o AIK por duas vezes na Suécia. Ganhou o primeiro duelo por 3 a 2, com um golaço de Artem Chelyadin para garantir o resultado em Estocolmo. Outro time com problema parecido é o Bate Borisov, proibido de atuar em Belarus, que enfrentará o Konyaspor duas vezes na Turquia. Mesmo como “visitantes”, os turcos fizeram 3 a 0 na ida.

A maior goleada do dia foi aplicada pelo Rakow Czestochowa, que enfiou 5 a 0 sobre o Astana na Polônia. Um dos favoritos nesta fase, o Slavia Praga emplacou 4 a 0 no St. Joseph’s em Gibraltar – com dois gols do prodígio Yira Sor e um do brasileiro Ewerton, novidade desta temporada. Já o Molde, num duelo escandinavo com o Elfsborg, conseguiu um confortável 4 a 1 na Noruega. Também brilhou o Aris, com os 5 a 1 sobre o Gomel na Grécia. Juan Iturbe, aquele, fez um dos tentos.

O Aris, aliás, teve motivo duplo para festejar na rodada. O rival PAOK perdeu na visita ao Levski Sofia, tomando 2 a 0 na Bulgária. Falando nos búlgaros, o CSKA Sofia não passou do 0 a 0 contra o Makedonija GP, na visita à Macedônia do Norte. Outros tradicionais que não saíram do zero foram Sparta Praga contra o Viking, da Noruega, e Rapid Viena contra o Lechia Gdansk, da Polônia – com o agravante que tchecos e austríacos atuavam em casa. Mas o pior de todos os 0 a 0 veio para o Royal Antuérpia, contido dentro da Bélgica contra os kosovares do Drita. Ainda teve o Istambul Basaksehir decepcionando no 1 a 1 contra o Maccabi Netanya, na Turquia.

A derrota mais surpreendente foi sofrida pelo FCSB, o antigo Steaua Bucareste – que não pode mais usar o nome original por uma derrota jurídica para o exército, seu proprietário inicial. Os romenos viajaram até a Geórgia para perder diante do inexpressivo Saburtalo Tbilisi. O presidente Gigi Becali já veio a público dizer que “desiste do clube”. Não menos surpreendente, guardadas as devidas proporções, é o 1 a 0 do Hamrun Spartans, de Malta, dentro da Bósnia contra o Velez Mostar. Entre os visitantes que aprontaram, menção especial para os 2 a 1 do Djurgardens na Croácia contra o Rijeka.

Com a repescagem dos eliminados nas primeiras fases da Champions, a Conference também inicia a sua Rota dos Campeões. Nenhuma grande surpresa aconteceu. O melhor resultado foi registrado pelo Lech Poznan, que goleou o Dinamo Batumi por 5 a 0 na Polônia. Já o Cluj também se redimiu um pouco com os 3 a 0 sobre o Inter Club d’Escaldes dentro da Romênia. Tobol, Hibernians e Víkingur foram os outros que ganharam em casa, enquanto Ballkani e Zrinjski Mostar saíram com triunfos longe de seus domínios.

Por fim, voltando à Rota da Liga, duas menções especiais entre as ligas nanicas. O B36 Tórshavn ganhou por 1 a 0 o primeiro jogo contra o Tre Fiori, em Ilhas Faroe. Não é um placar muito confortável, diante do bom momento da equipe de San Marino, que decidirá em casa. Já o único representante de Lichtenstein, o Vaduz, derrotou o Koper por 1 a 0 na Eslovênia. Resultado interessante para o reencontro no Rheinpark.

Abaixo, todos os resultados de ida da Conference, incluindo os jogos de terça e quarta:

Rota da Liga

Gżira United (Malta) 2×2 Radnički Niš (Sérvia) Aris (Grécia) 5×1 Gomel (Belarus) Botev Plovdiv (Bulgária) 0x0 Apoel (Chipre) Fehérvár (Hungria) 4×1 Gabala (Azerbaijão) İstanbul Başakşehir (Turquia) 1×1 Maccabi Netanya (Israel) Aris Limassol (Chipre) 2×0 Neftçi Baku (Azerbaijão) Velež Mostar (Bósnia) 0x1 Ħamrun Spartans (Malta) Saburtalo Tbilisi (Geórgia) 1×0 FCSB (Romênia) Makedonija Gjorče Petrov (Macedônia do Norte) 0x0 CSKA Sofia (Bulgária)

Hapoel Be’er Sheva (Israel) 2×1 Dinamo Minsk (Belarus) Zira (Azerbaijão) 0x3 Maccabi Tel Aviv (Israel) Vllaznia (Albânia) 1×1 Universitatea Craiova (Romênia) Ararat-Armenia (Armênia) 0x0 Paide Linnameeskond (Estônia) Kairat (Cazaquistão) 0x1 Kisvárda (Hungria) BATE Borisov (Belarus) 0x3 Konyaspor (Turquia) Sepsi Sfântu Gheorghe (Romênia) 3×1 Olimpija Ljubljana (Eslovênia) Kyzylzhar (Cazaquistão) 1×2 Osijek (Croácia) Liepāja (Letônia) 0x1 Young Boys (Suíça)

Rapid Viena (Áustria) 0x0 Lechia Gdańsk (Polônia) SJK (Finlândia) 0x1 Lillestrøm (Noruega) Breiðablik (Islândia) 2×0 Budućnost Podgorica (Montenegro) St Patrick’s Athletic (Irlanda) 1×1 Mura (Eslovênia) St Joseph’s (Gibraltar) 0x4 Slavia Praga (República Tcheca) Spartak Trnava (Eslováquia) 4×1 Newtown (Gales) Sūduva (Lituânia) 0x1 Viborg (Dinamarca) Víkingur (Ilhas Faroe) 0x2 DAC Dunajská Streda (Eslováquia) Pogoń Szczecin (Polônia) 1×1 Brøndby (Dinamarca)

AZ (Países Baixos) 0x1 Tuzla City (Bósnia) Motherwell (Escócia) 0x1 Sligo Rovers (Irlanda) Molde (Noruega) 4×1 Elfsborg (Suécia) Koper (Eslovênia) 0x1 Vaduz (Liechtenstein) B36 Tórshavn (Ilhas Faroe) 1×0 Tre Fiori (San Marino) Ružomberok (Eslováquia) 0x3 Riga (Letônia) Basel (Suíça) 2×0 Crusaders (Irlanda do Norte) Royal Antuérpia (Bélgica) 0x0 Drita (Kosovo) Petrocub Hîncești (Moldova) 0x0 Laçi (Albânia)

Racing Union (Luxemburgo) 1×4 Čukarički (Sérvia) Levski Sofia (Bulgária) 2×0 PAOK (Grécia) Vitória de Guimarães (Portugal) 3×0 Puskás Akadémia (Hungria) Rijeka (Croácia) 1×2 Djurgårdens (Suécia) Vorskla Poltava (Ucrânia) 3×2 AIK (Suécia) Valmiera (Letônia) 1×2 Shkëndija (Macedônia do Norte) Raków Częstochowa (Polônia) 5×0 Astana (Cazaquistão) KuPS (Finlândia) 2×2 Milsami Orhei (Moldova) Sparta Praga (República Tcheca) 0x0 Viking (Noruega)

Rota dos campeões

La Fiorita (San Marino) 0x4 Ballkani (Kosovo) Víkingur (Islândia) 2×0 The New Saints (Gales) Sutjeska (Montenegro) 0x0 KÍ (Ilhas Faroe) Hibernians (Malta) 3×2 Levadia (Estônia) KF Tirana (Albânia) 0x1 Zrinjski Mostar (Bósnia) Lech Poznan (Polônia) 5×0 Dinamo Batumi (Geórgia) Cluj (Romênia) 3×0 Inter Club d’Escaldes (Andorra) Tobol (Cazaquistão) 2×0 Lincoln Red Imps (Gibraltar)

Saiba mais sobre o veículo