Cuiabá conhece seu primeiro adversário na Copa Verde 2024 | OneFootball

Cuiabá conhece seu primeiro adversário na Copa Verde 2024 | OneFootball

Icon: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

·29 de fevereiro de 2024

Cuiabá conhece seu primeiro adversário na Copa Verde 2024

Imagem do artigo:Cuiabá conhece seu primeiro adversário na Copa Verde 2024

O Cuiabá já conhece o time que enfrentará nas oitavas de final da Copa Verde. Na tarde de quarta-feira (28), o Porto Velho eliminou o Anápolis em um confronto da primeira fase, assegurando seu lugar no caminho do Dourado no torneio regional. A partida ocorreu no estádio Aluizão, onde a equipe de Rondônia empatou em 1 a 1 no tempo regulamentar. Nas penalidades, o Porto Velho venceu por 5 a 3, garantindo sua vaga.

Como o Cuiabá vem para a competição?

Embora a CBF ainda precise anunciar a tabela das oitavas de final, é confirmado que o jogo será realizado na Arena Pantanal, possivelmente em 6 ou 13 de março. O vencedor do confronto entre Cuiabá e Porto Velho enfrentará nas quartas de final o vitorioso do embate entre Brasiliense e Ceilândia. Este último superou o Real Brasília também nas penalidades, em partida realizada na quarta-feira.


Vídeos OneFootball


Buscando o tricampeonato da Copa Verde, o Auriverde, vencedor em 2015 e 2019, tem como objetivo conquistar novamente o título. Vale ressaltar que o campeão da competição assegura uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil de 2025.

O que é a Copa Verde?

A Copa Verde, é uma competição regional brasileira que iniciou em 2014, destinada a equipes das regiões Norte e Centro-Oeste, juntamente com a participação do Espírito Santo. Sob a organização da CBF, o formato do torneio é semelhante ao da Copa do Brasil, com confrontos de ida e volta, em formato mata-mata, ocupando oito datas do calendário oficial do futebol brasileiro.

Nas duas primeiras edições, o campeão do torneio garantia uma vaga na Copa Sul-Americana do ano subsequente. Posteriormente, a competição proporcionou acesso às oitavas de final da Copa do Brasil até 2019. Atualmente, o vencedor da Copa Verde assegura uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil. A ideia para o torneio surgiu da proposta de criar uma competição regional, semelhante à Copa do Nordeste, para clubes da Região Norte, daí o nome fazendo alusão à Floresta Amazônica.

Após isso, decidiu-se expandir a competição para incluir clubes do Centro-Oeste e do Espírito Santo (que participava da antiga Copa Centro-Oeste). Apesar, de não ter sido inicialmente incluída no calendário oficial da CBF para 2014, divulgado em setembro do ano anterior, o torneio foi confirmado pelo diretor de competições da entidade.

Em 2016, os clubes do estado de Goiás foram incluídos, ampliando para 24 o número de participantes. Com dois clubes a mais, a CBF introduziu uma fase preliminar antes das oitavas de final. Houve também uma alteração na inclusão de clubes através do Ranking da CBF. No ano seguinte, os times goianos ficaram de fora novamente, alegando falta de calendário para participar do torneio, mas o formato da edição anterior foi mantido.

Saiba mais sobre o veículo