Cruzeiro tenta liminar para começar a cumprir punição de portões fechados

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fmercadodofutebol.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2F51325513489_67ccdf3fd6_k-9.jpg&q=25&w=1080

A fatídica partida do rebaixamento do Cruzeiro diante do Palmeiras, em 2019, rendeu uma grande confusão entre torcedores presentes no Mineirão. Dada a gravidade dos fatos, a CBF puniu os mineiros com a realização de 5 jogos do Brasileirão com portões fechados.

Graças à pandemia da COVID-19, e a subsequente restrição da presença de público nos jogos, a Raposa nunca conseguiu pagar sua dívida com a CBF. Mas a iminente volta da torcida aos estádios está chamando a atenção dos dirigentes do Cruzeiro.

O Cruzeiro entrou com pedido de liminar junto ao STJD, pedindo que a punição de portões fechados comece a ser partida contra o Londrina, na próxima sexta-feira. A intenção é “zerar” a punição o mais cedo possível, para que a torcida celeste possa ir ao Mineirão o quão antes a CBF autorize a volta de público nos jogos.

Embora a CBF ainda não tenha dado o “sinal verde” para a volta das torcidas, a prefeitura de Belo Horizonte já concedeu sua permissão. A Conmebol já permitiu a volta de público em suas competições. Além disso, a Federação Mineira de Futebol flexibilizou as regras para partidas do Módulo II do Campeonato Mineiro, que está em andamento.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo