Cruzeiro e Londrina empatam em confronto direto contra o Z-4 Série B

Logo: CBF

CBF

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fconteudo.cbf.com.br%2Fcdn%2Fthumbs%2F910x0%2F202107%2F20210730223909_373.jpeg&q=25&w=1080

Brigando na parte debaixo da tabela da Série B do Campeonato Brasileiro, Cruzeiro e Londrina ficaram no empate em 2 a 2, na noite desta sexta-feira (30), em duelo disputado no Mineirão e válido pela 15ª rodada da competição. Com o resultado, as duas equipes chegaram aos 13 pontos e saíram momentaneamente da zona de rebaixamento.

O jogo

O primeiro tempo começou com o Cruzeiro buscando mais o ataque no Mineirão. Logo aos três, Bruno José até acertou a rede, mas pelo lado de fora. Dez minutos depois, o camisa 16 cruzeirense apareceu de novo, e depois de fazer a roubada de bola já no campo ofensivo, arriscou o cruzamento rasteiro, que desviou na marcação e foi parar no fundo da meta adversária: 1 a 0.

Na sequência, Ramon também chegou para a Raposa, mas não conseguiu colocar força no arremate e parou no goleiro César. Do outro lado, os visitantes tiveram ótima chance, aos 22, com Celsinho, mas Fábio salvou o time da casa. Já aos 24, o arqueiro nada pôde fazer diante da cabeçada certeira de Matheus Bianqui, que aproveitou cobrança de falta da segunda trave para empatar a partida.

Depois do gol do Londrina, a equipe mineira até tentou reagir com Flávio e Felipe Augusto. Mas foi novamente o Tubarão que encontrou o caminho do gol. Na marca dos 43 minutos, Felipe Vieira achou Douglas Santos, que partiu em velocidade e bateu na saída do goleiro: 2 a 1.

No segundo tempo, o Cruzeiro criou boa chance, aos quatro minutos, com Rafael Sóbis, mas Marcondes apareceu na hora certa para travar a finalização. Já o Londrina assustou com Lucas Lourenço. Nos minutos seguintes, nenhuma oportunidade de gol. Até que o time da casa passou a pressionar em busca do empate. Bruno José, aos 24, e Marcelo Moreno, aos 29, esbarraram no arqueiro do Tubarão.

Mas, aos 30, Marcelo Moreno chegou de novo e dessa vez não perdoou: 2 a 2. Tentando a virada, a Raposa teve ótimas oportunidades com Giovanni, Felipe Augusto e Wellington Nem. Enquanto o Londrina respondeu com Júnior Pirambu. Mas foi a igualdade que permaneceu no marcador até o apito final.

Saiba mais sobre o veículo