Cristiano Ronaldo recebe prêmio especial como maior artilheiro de seleções da história | OneFootball

Cristiano Ronaldo recebe prêmio especial como maior artilheiro de seleções da história

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O craque português Cristiano Ronaldo não esteve entre os finalistas do prêmio The Best, da Fifa, que teve como vencedor Robert Lewandowski. No entanto, o atacante recebeu um prêmio especial como maior artilheiro de seleções da história.

O jogador alcançou o feito no último ano, somando 115 gols pela seleção de Portugal. Mesmo aos 36 anos, o atleta ainda se sente motivado para atuar por mais quatro ou cinco temporadas.

“É uma questão de paixão. Eu amo este esporte. Gosto de fazer gols e me divertir. Quando entro em campo ou treino, me divirto. Sinto-me bem e motivado. Sigo trabalhando duro e quero continuar sentindo esta paixão. As pessoas me perguntam quantos anos faltam como jogador, e eu gostaria de jogar mais quatro ou cinco anos. É uma questão mental. Se você cuida do corpo, o corpo também cuida de você”, afirmou.

Cristiano espera que o troféu sirva como “combustível extra” para que o atacante auxilie o Manchester United e a seleção portuguesa na busca dos objetivos para esta temporada.

“Agora, resta a mim tornar este troféu em um combustível extra para que eu consiga ajudar o Manchester United a alcançar seus objetivos nesta temporada, assim como nos play-offs em março, para que Portugal possa estar na Copa do Mundo do Catar, em 2022”, escreveu em seu Instagram.

Confira outros premiados do The Best:

Jogador do ano: Robert Lewandowski, do Bayern de Munique;

Jogadora do ano: Alexia Putellas, do Barcelona;

Treinador do ano no futebol masculino: Thomas Tuchel, do Chelsea;

Treinadora do ano no futebol feminino: Emma Hayes, do Chelsea;

Goleiro do ano: Édouard Mendy, do Chelsea;

Goleira do ano: Christiane Endler, do Lyon;

Prêmios especiais: Christine Sinclair (pela carreira no futebol feminino);

Prêmio Puskás: Erik Lamela, do Tottenham;

Fair Play: Seleção da Dinamarca (médicos e jogadores);

Premiação para os fãs: Torcedores da Dinamarca e Finlândia;

Seleção feminina: Christiane Endler, Bronze, Renard, Bright, Eriksson; Banini, Lloyd, Bonanser; Miedema, Marta e Alex Morgan;

Seleção masculina: Donnaruma, Rubén Días, Bonucci e Alaba; Jorginho, Kanté e De Bruyne; Lewandowski, Messi, Cristiano Ronaldo e Haaland.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo