Cristiano Ronaldo era ‘solitário’ na Juventus, diz jornal

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

De acordo com o jornal La Gazzetta Dello Sport, a saída de Cristiano Ronaldo é o principal fator para a queda técnica da Juventus. Por outro lado, a fonte afirma que o atacante português não estava 100% integrado com o elenco desde a sua chegada em Turim.

“Nunca o ouvimos falar como um jogador convicto da Juventus, ele nunca se expôs a favor da Juventus. A equipe de Ronaldo se chama Ronaldo e isso também se aplica ao Manchester United. O Ronaldo era ‘solitário’, nunca foi integrado aos jogadores no vestiário”, diz.

Além disso, o jornal italiano destaca os números do camisa 7 do United em suas últimas duas temporadas na Série A Italiana: 29 gols em 2020-21 e 31 gols em 2019-20. Contudo, ressalta que o objetivo era vencer a UEFA Champions League, e, nesse sentido, houve uma falha por parte de Cristiano.

“Cristiano Ronaldo não conseguiu o feito para o qual foi contratado, a conquista da Liga dos Campeões”, relata. Apesar de duras críticas, o jornal reconhece que o atacante está fazendo falta a Juventus, tendo em vista que a Vecchia Signora teve o pior início de temporada dos últimos 60 anos.

No Manchester United, CR7 marcou quatro gols em três jogos, colocando o time inglês no topo da tabela, brigando pelo título. “O brilhante impacto de CR7 no Manchester United reforça a teoria de que os jogos do Cristiano começam sempre 1 a 0. A situação econômica da Juve fez com que parecesse melhor ganhar 30 milhões líquidos do que perder um jogador que entrega mais de 30 gols por temporada”, conclui.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo