Corinthians pressiona, vence o Athletico-PR e soma oito vitórias seguidas na Neo Química Arena | OneFootball

Corinthians pressiona, vence o Athletico-PR e soma oito vitórias seguidas na Neo Química Arena

Logo: Central do Timão

Central do Timão

  1. Por Levi Natan / Redação da Central do Timão

Na tarde deste domingo (28), o Corinthians entrou em campo para enfrentar o Athletico-PR, na Neo Química Arena, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo o Timão saiu vencedor pelo placar de 1×0, com gol de Fábio Santos, de pênalti.

Para a partida, o técnico Sylvinho decidiu mandar o seguinte time a campo: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Du Queiroz, Renato Augusto; Gabriel Pereira, Róger Guedes e Jô.

Já o Athletico-PR, comandado por Alberto Valentim, foi escalado com o seguinte time: Santos; Thiago Heleno, Pedro Henrique, Nico Hernández, Abner, Marcinho; Cittadini, Erick, Christian, Nikão; Pedro Rocha.

Foto: Ricardo Moreira/Getty Images)

O jogo

Primeiro tempo

Embalado com sete vitórias seguidas em casa, o Corinthians aproveitou a força da torcida, que lotou a Neo Química Arena com mais de 40 mil pessoas, para imprimir pressão na equipe do Athletico-PR, que neutralizou Jô, mas não conseguiu evitar o trabalho de bola do meio-campo do Corinthians, que impôs perigo e evitava que o adversário saísse no contra ataque.

Até os 11 minutos, na primeira tentativa do Athletico-PR na partida, parando no goleiro Cássio, o Timão já tinha conseguido finalizar em três oportunidades, mas nenhuma com grande perigo. Aos 17 o Timão possuía 72% da posse da bola.

As melhores chances do primeiro tempo foram do lado corinthiano, com Du Queiroz, aos 12, após roubar a bola na defesa rubro-negra e chutar de fora da área, desviando em Thiago Heleno e indo por cima do gol, e com Jô, aos 33, após o atacante receber um belo passe em velocidade de Renato Augusto, o atleta bateu para o gol cruzado e viu a bola tocar na trave.

Segundo tempo

Para o segundo tempo o técnico Sylvinho decidiu fazer a primeira alteração na equipe corinthiana, colocando Willian no lugar de Gabriel Pereira.

Na segunda etapa o Corinthians tentou imprimir o mesmo ritmo do primeiro tempo, mas novamente encontrou dificuldades na marcação rubro-negra, que se soltou mais e criou perigo com contra-ataques. Gabriel, do Corinthians, acabou sendo advertido com o terceiro cartão amarelo e está suspenso para a próxima partida, diante do Grêmio.

Gol do Corinthians

O Timão chegou ao seu gol aos 19 minutos, com Fábio Santos, de pênalti. Renato Augusto recebeu na área, próximo da linha de fundo e tentou cruzar rasteiro, a bola bateu no braço de Marcinho e o árbitro da partida marcou a penalidade máxima.

O Athletico-PR pareceu sentir o gol sofrido e não conseguiu esboçar uma reação nos minutos seguintes. Após o tento corinthiano, a equipe alvinegra continuou se impondo e jogando no campo do adversário, mas acabou por parar na boa marcação do Furacão.

Aos 35 minutos, Sylvinho fez as últimas alterações na equipe no jogo. Xavier e Gustavo Mosquito entraram para as saídas de Gabriel e Jô. O Corinthians voltou a criar com Willian e Renato Augusto. O Athletico-PR, por sua vez, se soltou nos minutos finais e conseguiu ter oportunidades de empatar a partida.

E agora?

Com a vitória o Corinthians vai a 56 pontos e permanece na 4ª colocação, se afastando de Fortaleza e Red Bull Bragantino. O resultado também deixa o Timão a apenas três de alcançar o Palmeiras, que ainda jogará na rodada. Já o Athletico-PR se complica com a derrota, permanecendo com 42 pontos, a apenas dois da zona de rebaixamento.

Veja também:

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo