Corinthians monitora Roger Guedes, mas rescisão depende de acerto final com clube chinês

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2Froger-guedes-atacante-do-shandong-luneng-1540052226013_v2_450x337.jpg&q=25&w=1080

Alvo do Corinthians, Roger Guedes está mais próximo de conseguir sua rescisão contratual junto ao Shandong Luneng. O clube chinês acenou de forma positiva para a quebra de contrato do atacante, mas para isso acontecer as partes ainda precisam chegar a um consenso no acerto financeiro.

Aos 24 anos, o atacante é a prioridade do técnico Sylvinho para reforçar o ataque alvinegro. Depois de contratar Giuliano e Renato Augusto, a diretoria aposta no jogador como a peça que falta na equipe.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Quem conduz as negociações é o empresário Paulo Pitombeira, que no Corinthians trabalha também com Luan e Gabriel. A diretoria do Timão monitora a situação e admite o interesse. Clube e empresário negam que já exista um acordo.

Por ser um atleta jovem prestes a ficar livre, vários clubes do Brasil e da América do Sul já manifestaram o interesse no jogador. Muito próximo a Fábio Santos, Renato Augusto e Gil, o atacante vê com bons olhos a possibilidade de jogar no Timão em caso de liberação confirmada.

A tendência é de que a situação da situação do jogador com o Shandong seja resolvida até a próxima semana. Ele tem contrato válido até 13 de julho de 2022.

Em três temporadas na China, Roger Guedes acumulou 27 gols em 52 partidas oficiais. Na última temporada, teve sua melhor média de gols, com 12 em 17 partidas (0,70 por jogo). Ele não entra em campo desde 19 de dezembro do ano passado. Em 2020, foi campeão da Copa da China, com seis gols em seis partidas. Ele foi eleito o melhor jogador da competição.

Revelado pelo Criciúma, o atacante chegou ao Palmeiras em 2016 e foi campeão brasileiro naquela temporada. Em 2018, foi emprestado ao Atlético-MG, onde fez 13 gols em 28 partidas. Roger foi vendido em julho daquele ano ao Shandong por 9,5 milhões de euros (R$ 43 milhões, à época).

Saiba mais sobre o veículo