Corinthians lembra primeiro título da Libertadores Feminina 14 dias antes de iniciar busca pelo tri | OneFootball

Corinthians lembra primeiro título da Libertadores Feminina 14 dias antes de iniciar busca pelo tri

Logo: Meu Timão

Meu Timão

O dia 21 de outubro entrou para a história do futebol feminino do Corinthians de uma forma especial. Há quatro anos, em 2017, a equipe do Parque São Jorge conquistou sua primeira Libertadores Feminina, de forma invicta.

Na época, o Corinthians ainda estava em parceria com o Osasco/Audax, que foi interrompida apenas em 2018. A disputa foi realizada no Paraguai, país sede do torneio naquela temporada, e o Timão chegou para brigar pelo título após um vice-campeonato brasileiro e uma queda na semifinal do paulista.

Nas rede sociais, o clube registrou o aniversário do título. "Há exatos quatro anos, o Corinthians Feminino, ainda em parceria com o Audax, se consagrou pela primeira vez campeão da Libertadores! As patroas venceram o Colo-Colo nos pênaltis!", escreveu o clube, que ainda compartilhou a disputa nas penalidades - veja vídeo abaixo.

Vale lembrar que, atualmente, o Corinthians é bicampeão da Libertadores Feminina. A equipe do Parque São Jorge busca o tricampeonato da competição em 2021. A disputa acontece entre os dias 3 e 18 de novembro, também no Paraguai (país sede da primeira conquista). Já a final está marcada para o dia 21 do mesmo mês, porém em Montevidéu, no Uruguai.

Campanha

O Corinthians fez sua estreia na fase de grupo diante do, até então, Sportivo Limpeño, que hoje tem o nome de Libertad/Limpeño. O Timão dominou a partida e venceu as donas da casa por 2 a 0. Na segunda rodada, a equipe alvinegra aplicou uma goleada por 6 a 1 diante do Deportivo Ita, da Bolívia.

O último jogo da fase classificatória era decisivo já que definia a classificação para a semifinal. A equipe do Parque São Jorge venceu o Independiente Santa Fé, da Colômbia, por 2 a 1 assegurando a vaga na fase seguinte.

Já nas eliminatórias, as corinthianas não decepcionaram e venceram bem o Cerro Porteño. O triunfo por 3 a 0 deu ainda mais moral para que o Corinthians chegasse na sua primeira final continental logo na primeira vez em que disputava a competição.

Final

A decisão foi com emoção. O Corinthians foi a campo com: Lelê; Paulinha, Pardal, Mimi e Yasmim; Patricia Llanos, Daiane, Monique Peçanha e Kerolin; Grazi e Raquel - Ana Vitoria e Cacau entraram no decorrer da partida.

O Timão não conseguiu sair do zero a zero no tempo regulamentar do confronto contra o Colo-Colo. A equipe alvinegra ainda teve problemas com a arbitragem: além de dois pênaltis claros não marcados, o Timão ainda viu Raquel ser expulsa depois da goleira adversária simular uma agressão da atleta corinthiana.

Nas penalidades, o Corinthians não teve vida fácil. Logo na primeira cobrança, a atacante Cacau acabou mandando para fora. Depois, Daiane e Kerolin marcaram para a equipe de Arthur Elias, enquanto Villamayor, Karen e Quezada converteram os gols do Colo-Colo.

Foi aí que a estrela da goleira Lelê, hoje no Benfica, começou a brilhar. Na quarta batida das adversárias, a arqueira corinthiana defendeu a cobrança de Claudia Soto, principal atleta do Colo-Colo. Na sequência, a zagueira Pardal deixou tudo igual para o Corinthians. Guerrero e Byanca Brasil não desperdiçaram e levaram as cobranças para as alternadas.

Logo na primeira batida, Yasmim acabou perdendo para o Corinthians e deixando o Colo-Colo a um gol do título. Mas o Timão tinha Lelê no gol e, na cobrança de Camila Saez, a arqueira corinthiana defendeu e deu uma nova chance para o Timão sonhar.

Na cobrança seguinte, Ana Vitória converteu para o Corinthians ao colocar a bola no ângulo. Pelo Colo-Colo, Soto bateu e acertou as placas de publicidade atrás do canto direito do gol, e confirmou o título para o time do Parque São Jorge.

A trajetória do Corinthians na Copa Libertadores Feminina de 2017 foi transformada em um documentário, nomeado “loucas por ti, América”. Ele está disponível no Facebook oficial do Timão e pode ser assistido gratuitamente - clique aqui para conferir.

Confira as cobranças de pênalti do Corinthians na final da Libertadores Feminina de 2017

Notícias relacionadas

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo