Copa da Liga Inglesa: Arsenal elimina o Leeds, e Chelsea precisa dos pênaltis novamente | OneFootball

Copa da Liga Inglesa: Arsenal elimina o Leeds, e Chelsea precisa dos pênaltis novamente

Logo: Trivela

Trivela

Apenas três dos oito jogos das oitavas de final da Copa da Liga Inglesa foram realizados nesta terça-feira, e os grandes avançaram. O Arsenal contou com gols de Calum Chambers e Eddie Nketiah no segundo tempo para despachar o Leeds, e o Chelsea precisou dos pênaltis para passar pelo Southampton. Também da marca do cal, o Sunderland conseguiu eliminar o Queens Park Rangers para se manter vivo na competição.

Arsenal mantém boa fase e elimina o Leeds

Após um começo mais difícil de temporada, o Arsenal está em boa fase e nesta terça-feira venceu o Leeds por 2 a 0, com gols marcados no segundo tempo no Emirates Stadium, e avançou às quartas de final da Copa da Liga Inglesa pela quarta vez nos últimos cinco anos.

O Arsenal começou a Premier League com três derrotas, para Brentford, Chelsea e Manchester City, mas não perdeu desde que levou aqueles 5 a 0 do time de Pep Guardiola. São seis vitórias e dois empates por todas as competições. O Leeds ganhou apenas uma das nove primeiras rodadas do Campeonato Inglês e está com dificuldades para apresentar o mesmo futebol da sua ótima primeira temporada de retorno à elite.

Tanto Mikel Arteta quanto Marcelo Bielsa rodaram suas equipes. O Leeds mexeu em metade da sua defesa e no meio-campo, mas teve Kalvin Phillips, os pontas Jack Harrison e Daniel James e Rodrigo liderando o ataque. O Arsenal foi mais reserva do que titular, embora tenha mantido Emile Smith Rowe, Nicolás Pépé e Ben White na escalação.

Não houve muitas emoções em um primeiro tempo no qual o Leeds foi ligeiramente melhor. O Arsenal teve uma boa chance com Kolasinac, após Maitland-Niles bater a carteira de Diego Llorente, mas Meslier fez boa defesa. No outro lado, Harrison pegou a sobra de escanteio pela direita da grande área com um chute forte. Leno defendeu por baixo.

O gol que abriu o placar foi marcado por Calum Chambers com seu primeiro toque na bola, logo após de ter entrado no lugar White. O escanteio foi desviado no meio da área, Pépé, na segunda trave, devolveu e Chambers cabeceou no meio. Meslier chegou a defender, mas apenas depois de a bola cruzar a linha.

Cerca de 15 minutos depois, Edward Nketiah matou o jogo com um golaço que quase foi um desperdício bizarro. Cooper tentou recuar de cabeça para Meslier, Nketiah interceptou, dominou dando chapéu no goleiro e, diante do gol vazio, bateu de qualquer jeito. Pegou tão mal na bola que até parecia que ela ia sair, mas acabou morrendo na rede lateral.

Bom para ele e para o Arsenal, que manteve a sua série positiva e segue vivo para tentar ganhar a competição – secundária no cenário inglês – desde 1993. O Leeds parou mais uma vez no meio do caminho, ainda incapaz de conseguir aproveitar o ótimo trabalho de Bielsa para ter uma campanha empolgante nas copas nacionais.

.

Chelsea, nos pênaltis

Thomas Tuchel mais uma vez rodou o seu elenco, e o Chelsea mais uma vez precisou dos pênaltis para avançar na Copa da Liga Inglesa. Após o empate por 1 a 1 no tempo normal com o Southampton, Kepa Arrizabalaga defendeu a cobrança de Theo Walcott e Will Smallbone isolou o seu chute. Os Blues estão nas quartas de final da competição pela primeira vez desde 2018/19.

Tuchel armou sua defesa com Reece James, Trevor Chalobah e Malang Sarr. Saúl começou jogando ao lado de Mateo Kovacic no meio-campo, com Callum Odson-Odoi de ala direito e um ataque formado por Hakim Ziyech, Ross Barkley e Kai Havertz. Ralph Hasenhüttl, técnico do Southampton, fez nove mudanças em relação ao time que empatou com o Burnley no fim de semana. Apenas Ibrahima Diallo e Mohammed Salisu foram mantidos.

O Chelsea fez 1 a 0 no final do primeiro tempo, com um desvio de cabeça de Havertz. Pouco depois do intervalo, a pressão do Southampton funcionou, Walker-Peters invadiu a área pela direita e bateu rasteiro. Kepa até aparou a bola, mas ela passou por suas pernas e sobrou para Che Adams marcar. Saúl teve duas boas oportunidades de média distância na etapa final, uma para fora, outra muito bem defendida por Ben Foster.

Nos pênaltis, Armstrong e Marcos Alonso abriram os trabalhos. Walcott parou em Kepa, e Mount parou em Foster. Shane Long e Hudson-Odoi marcaram, mas Smallbone bateu bem mal, por cima. Ben Chilwell colocou o Chelsea à frente, Oriol Romeu manteve o Southampton vivo e Reece James fechou a conta para os Blues.

.

Sunderland, também nos pênaltis

No outro jogo do dia, o Sunderland, quarto colocado da terceira divisão (com jogos a menos), conseguiu eliminar o Queens Park Rangers, sétimo colocado da Championship, na disputa de pênaltis, após 0 a 0 com a bola rolando. O QPR perdeu três das quatro primeiras cobranças e bastou ao Sunderland colocar a bola na casinha para chegar às quartas de final de uma das duas principais copas inglesas pela primeira vez desde 2013/14.

Saiba mais sobre o veículo