Conheça Willian Leslie Poole: o pai do futebol uruguaio

Logo: FNV Sports

FNV Sports

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.futebolnaveia.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F12%2Fpoole.jpg&q=25&w=1080

O futebol, desde sua origem, passou por muitas mudanças. No início, o jogo de bola chegou a ser proibido na Inglaterra pela violência que o acompanhava. Contudo, graças ao escoceses, que não possuíam porte físico para aguentar as partidas que duravam dias e terminavam até em morte, o esporte foi ganhando forma. O jogo passou, então, a contar com estratégias, esquemas táticos, toque de bola, dribles, a possibilidade de tocar a bola para frente e, por fim, a regra do impedimento. 

O futebol, enfim, estava formado. Ele foi regulamentado em uma taberna em Londres e, logo em seguida, passou a ser difundido por todo o mundo. Não demorou para a América do Sul logo acolher o esporte e fazer dele uma referência de paixão. No Uruguai, o responsável por tornar o futebol conhecido foi Willian Leslie Poole, o pai do futebol uruguaio

Da Inglaterra para o Uruguai

Willian Poole nasceu na Inglaterra em 1866. Formado na Cavendish College de Cambridge, migrou para o Uruguai em 1885 para dar aulas de inglês. Entretanto, não era só em sala de aula que Poole ensinava. Apaixonado por esportes, logo começou a ensinar futebol aos seus alunos e inspirar “discípulos” uruguaios. 

Em 1886, Henry Lichtenberger Levins, aluno de Poole, criou o primeiro clube de futebol do país, o Albion Football Club. Entretanto, o time tinha em seu estatuto uma regra que proibia imigrantes no time. Dessa forma, nos primeiros anos de Albion, apenas pessoas nascidas no Uruguai formavam a equipe.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=766&image=https%3A%2F%2Fwww.futebolnaveia.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F12%2Falbion_1898byn.jpg&q=25&w=1080

Futebol para todos

Poole, porém, não concordava com a regra. Para ele, o futebol deveria pertencer a todos. Dessa forma, pessoas nascidas no Uruguai e estrangeiros deveriam formar os times, sem diferença de cor, religião, classe social ou opinião política. Por fim, em 1891, após a derrubada da antiga regra, Willian Poole passou a jogar pelo Albion Football Club. O time, atualmente, joga pela Segunda División Amateur de Uruguay, que equivale à terceira divisão do futebol uruguaio. 

Posteriormente, o jogador também jogou pela seleção uruguaia, sendo um dos principais nomes do ataque. Em 1901, com a camisa do Uruguai, marcou um gol contra a Seleção da Argentina no primeiro clássico do Rio de la Plata. Porém, nem todas as pessoas consideram que este tenha sido o primeiro confronto oficial. Isso porque ele não foi organizado pela Liga Uruguaia, e sim pelo Albions. Para algumas pessoas, a primeira partida entre as seleções aconteceu somente no ano seguinte, onde a Argentina venceu por 6 x 0.   

Além de jogador

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=1418&image=https%3A%2F%2Fwww.futebolnaveia.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F12%2Fwillian.jpg&q=25&w=1080

Willian Leslie Poole, além de ter ensinado o futebol e ter jogado jogos importantes, ainda atuou como juiz de campo e foi presidente da primeira Liga Uruguaia de Futebol. Ele foi responsável por formar grande parte da mentalidade que o país tem sobre o esporte.

Poole morreu em 1931, aos 64 anos, em Montevidéu. Em sua homenagem, uma praça entre as avenidas Constituyente e Vásquez recebeu seu nome. Hoje, o país carrega seu legado no esporte para sempre e, como o Brasil e a Argentina, leva o futebol como paixão nacional.

Foto destaque: Reprodução/Universidad de La República Uruguay