Como está o retrospecto dos técnicos que estrearam em seus respectivos clubes já com o Brasileirão em andamento | OneFootball

Como está o retrospecto dos técnicos que estrearam em seus respectivos clubes já com o Brasileirão em andamento

Logo: 90min

90min

Dias após se desligar de Umberto Louzer, o Atlético-GO anunciou, na última segunda-feira, 16, o seu novo treinador para a temporada. Trata-se do velho conhecido Jorginho, que teve curta passagem pela equipe no ano passado. Já sob nova direção, o Dragão vai intensificar o foco nos três torneios que já está disputando: a Sul-Americana, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Diante desse cenário, o 90min Brasil decidiu observar o retrospecto dos técnicos contratados com o Brasileirão em andamento (veja abaixo). Vale informar, antes de tudo, que oito times já mudaram de comando durante essa edição da liga.

Nas cinco últimas semanas, contando do dia 9 de abril (largada do Brasileirão) até hoje, seis times da Série A já estrearam novos treinadores. São eles: Botafogo, América-MG, Internacional, Fluminense, Goiás e Athletico-PR (2x) – o Atlético-GO será o oitavo. O Glorioso anunciou a mudança antes do início do Brasileiro, mas Luís Castro estreou com o calendário em curso. Até aqui, Corinthians, Atlético-MG, São Paulo, Santos, Coritiba, Avaí, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Flamengo, Juventude, Ceará e Fortaleza não mudaram de comando durante o Brasileirão 2022. Alguns, porém, já trocaram de treinador ao longo da temporada, caso, por exemplo, do Vozão – saiu Tiago Nunes, entrou Dorival Júnior.  No mais, todos os outros times da elite do Brasil já deram uma refrescada no vestiário. A seguir, veja o retrospecto dos técnicos que estrearam com o Brasileirão em andamento – contando apenas os resultados na liga.

Botafogo: Luís Castro assumiu o comando do Glorioso na segunda rodada da Série A e, desde então, disputou cinco jogos e ainda não perdeu – três vitórias e dois empates. Fluminense: Fernando Diniz chegou ao Flu recentemente após o veterano Abel Braga entregar o cargo. No Brasileirão, o técnico disputou apenas dois jogos e passou invicto: empatou com o Palmeiras e venceu o Athletico-PR. Internacional: após Alexander Medina não emplacar, o Colorado buscou Mano Menezes. O treinador estreou na terceira rodada do Brasileirão, com vitória diante do Fluminense. De lá para cá, empatou com o Avaí, Juventude e Corinthians.  América-MG: o Coelho iniciou o Brasileirão com Marquinhos Santos, mas logo na segunda rodada decidiu trocar de treinador e contratou Vagner Mancini. Ele estreou na segunda jornada da liga e, até aqui, engatou três vitórias e duas derrotas. Goiás: sem Bruno Pivetti, que deixou o clube antes mesmo do início do Brasileirão, o Esmeraldino largou na liga nacional com Glauber Ramos. Na segunda rodada, Jair Ventura assumiu. Desde então, comandou o time em cinco jogos, com dois empates, duas vitórias e uma derrota.Athletico-PR: o Furacão foi o clube que mais mudou de treinador até o momento na Série A. Neste início de Brasileiro, o clube já contou com Alberto Valentim, Fábio Carille e, agora, Felipão. Valentim comandou o time apenas na estreia. Carille esteve à beira do campo três vezes (perdeu todas). Scolari trabalhou em apenas um jogo até aqui e também foi derrotado.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo