Com três gols de Richarlison no primeiro tempo, Brasil vence a Alemanha na estreia das Olimpíadas

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2F51327070187_a685d98f4f_o-scaled.jpg&q=25&w=1080

Com um início avassalador, o Brasil venceu da Alemanha na estreia do futebol masculino nos Jogos Olímpicos. Na manhã desta quinta-feira (22), no horário de Brasília, a Seleção abriu 3 a 0 com Richarlison, se complicou na etapa final, mas Paulinho fechou a vitória por 4 a 2 em cima da Alemanha. A equipe de Jardine foi bem superior, principalmente com Richarlison sendo o grande destaque da partida, marcando três gols e sendo referencia no ataque.

ETAPA INICIAL DE PASSEIO

A equipe do Brasil começou a etapa inicial com muita intensidade, tentando resolver a partida logo no início. Ao todo nos 45 minutos iniciais a Seleção teve pelo menos oito grandes chances de gols e com Richarlison marcando três gols para o Brasil. Outro destaque, com muita movimentação no ataque foi o Matheus Cunha, o jogador teve sua primeira chance logo aos 4’, quando recebeu passe de Richarlison, ele avançou e bateu cruzado, mas o goleiro Müller fez a defesa. A equipe do Brasil era melhor tecnicamente e também estava com mais intensidade e fez seu gol logo aos 6’, Matheus Cunha disputou com a defesa adversária, tocou para Antony, que achou Richarlison, o camisa 10 bateu forte, Müller fez a defesa, mas no rebote ele marcou o 1 a 0.

Mesmo na frente, o Brasil manteve em cima da equipe alemã, Richarlison perdeu uma ótima chance aos 14’ quando a zaga recua errado e o jogador fica cara a cara com o goleiro, mas perdeu. Só que aos 21’ o atacante não desperdiçou, então após Bruno Guimarães lançar para Guilherme Arana, o lateral cruza pelo lado esquerdo e Richarlison de cabeça faz o 2 a 0. A Alemanha chegou pela primeira vez só aos 24′, mas sem grandes perigos. Amiri recebeu o lançamento, avançou pela esquerda, mas o goleiro Santos fez a defesa sem perigo. Aos 29′ o “Pombo” marca seu Hat-trick, após receber pela esquerda, ele bate de chapa no canto, sem chance para o goleiro Müller.

Com o 3 a 0, o Brasil deu uma diminuída no ritmo, mas não sofria pressão da Alemanha e chegaou até a ter chances de aumentar o marcador. Matheus Cunha teve duas ótimas chances, mas desperdiçou. Aos 45’ após cruzamento na área alemã, o árbitro marcou toque de mão e o camisa 9 do Brasil pegou a bola, bateu no canto esquerdo, mas Müller fez a defesa para Alemanha. E no último minuto da primeira etapa, Bruno Guimarães fez ótimo passe em profundidade para Cunha. O atacante leva a melhor sobre a defesa, invade a área, mas bate desequilibrado e a bola passa à direita do gol.

SEGUNDO TEMPO COMPLICADO

Já na etapa final, mesmo com o 3 a 0 de desvantagem, a Alemanha entrou com mais um zagueiro, para tentar segurar o ritmo do Brasil. Mas logo aos 5′ o Brasil chegou de novo, Matheus Cunha que se movimentava muito bem toca de calcanhar para Antony, o atacante bateu no gol, mas a bola desviou na defesa e sobrou amortecida para o goleiro Müller. Um minuto depois Cunha apareceu dentro da área, bateu forte, mas Müller, bem posicionado, fez mais uma ótima defesa.

A Alemanha não conseguia ter grandes chances de gols, mas e um lance isolado, aos 11′ Ritcher arriscou o chute de fora da área, a bola bateu no zagueiro Nino e sobrou para Amiri na entrada da área, que pegou de primeira e com falha do Santos que foi enganado pelo quique da bola que foi no canto esquerdo, a Alemanha diminuiu para 3 a 1. Logo o ímpeto da Alemanha diminuiu, já que aos 17’ Arnold recebe o segundo cartão amarelo, e consecutivamente, o vermelho, por falta em Daniel Alves.

O Brasil seguia com a bola, mas sem conseguir criar grandes chances, a equipe parecia frustrada pelos gols perdidos, mas a Alemanha com um jogador a menos também não conseguia criar, mas em uma nova chance esporádica, a equipe alemã diminuiu para 3 a 2. Aos 38′ a Alemanha chega pela ponta esquerda, levanta na área e Ache apareceu nas costas de Diego Carlos e testou firme para marcar. Quando a Alemanha poderia complicar o jogo, o Brasil na reta final determinou a vitória. Aos 49 Paulinho recebeu em velocidade pela esquerda, carregou, puxou para a perna direita e bateu forte, sem chance de defesa para o goleiro Müller, fazendo 4 a 2 e selando a vitória.

Para saber tudo sobre os Jogos Olímpicos, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

E AGORA?

Com a liderança do grupo, o Brasil volta aos gramados no próximo domingo (25), às 5h30 (horário de Brasília), diante da Costa do Marfim, que também venceu na estreia. Já a Alemanha pega a Arábia Saudita, também no domingo, às 8h30.

FICHA TÉCNICABRASIL 4 X 2 ALEMANHA

Local: Estádio Internacional de Yokohama – Yokohama, JapãoÁrbitro: Evan Barton (El Salvador)Gols: Brasil: Richarlison (aos 6′, 14′ e 29′ do 1º Tempo) e Paulinho (aos 49′ do 2º Tempo ) – Alemanha: Amiri (aos 11′ do 2º Tempo) e Ache (aos 38′ do 2º Tempo)Cartões Amarelo: Brasil (Douglas Luiz) – Alemanha (Henrichs, Pieper, Uduokhai, Arnold e Stach)Cartão Vermelho: Arnold

Saiba mais sobre o veículo