Com show de Hulk, Atlético-MG quebra jejum | OneFootball

Com show de Hulk, Atlético-MG quebra jejum

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O Atlético Mineiro voltou a conquistar o Campeonato Brasileiro após um jejum de 50 anos. Treinado por Cuca e sob o comando do artilheiro Hulk, o Galo levantou o troféu nacional pela segunda vez nesta quinta-feira, após vencer o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador

A campanha histórica desta temporada não começou da forma ideal: revés para o Fortaleza, em casa, por 2 a 1. Entretanto, a equipe de Belo Horizonte embalou e tomou a liderança do Palmeiras na 15ª rodada. Até aquele momento, somava 11 vitórias, um empate e três derrotas. Desde então, não saiu mais do topo da tabela.

Um dos melhores momentos do Atlético ocorreu entre o início de julho e a metade de agosto, justamente antes de permanecer na liderança de forma ininterrupta. Neste período, registrou nove vitórias consecutivas – entre as vítimas, Palmeiras e Flamengo – e foi vazado apenas quatro vezes.

O setor defensivo, aliás, é um ponto-chave para compreender a consistência atleticana. O time tem a melhor defesa da competição, com somente 27 gols sofridos até o momento – está a cinco de distância do Flamengo.

Já o ataque, por sua vez, também não fica para trás. Sob o comando de Hulk, a equipe balançou as redes 60 vezes – o Rubro-Negro carioca está à frente, com 68 tentos. O atacante de 35 anos também lidera a artilharia da competição, com 18 gols.

Mesmo com a eliminação na semifinal da Libertadores para o Palmeiras, no final de setembro, a liderança do Atlético seguiu intacta. Com um elenco forte, o Galo não se abalou, manteve a boa forma e seguiu vencendo. Mesmo com derrotas para Atlético-GO e Flamengo, o time seguiu em primeiro e embalou mais uma vez.

O título atleticano também consagra o técnico Cuca. Treinador em 2013, quando a equipe conquistou a Libertadores pela primeira e única vez, ele coloca de vez seu nome no hall da fama do clube.

Saiba mais sobre o veículo