Com pouca eficiência ofensiva, Gabi Nunes marca e Brasil abre a Copa Ouro feminina com vitória | OneFootball

Com pouca eficiência ofensiva, Gabi Nunes marca e Brasil abre a Copa Ouro feminina com vitória | OneFootball

Icon: Planeta Futebol Feminino

Planeta Futebol Feminino

·22 de fevereiro de 2024

Com pouca eficiência ofensiva, Gabi Nunes marca e Brasil abre a Copa Ouro feminina com vitória

Imagem do artigo:Com pouca eficiência ofensiva, Gabi Nunes marca e Brasil abre a Copa Ouro feminina com vitória

Seleção domina os 90 minutos de jogo, apresenta problemas no último terço de campo, mas conquista os três pontos com gol de Gabi Nunes na reta final de partida

O Snapdragon Stadium, em San Diego, nos Estados Unidos,  foi o palco do confronto entre Brasil e Porto Rico, válido pela Copa Ouro Feminina. A partida que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (21) terminou com vitória brasileira pelo placar de 1×0. O gol do jogo foi marcado por Gabi Nunes. Com este resultado, as canarinhas estreiam na Copa Ouro com vitória e enfrentam, na próxima rodada, a Colômbia.


Vídeos OneFootball


Primeira etapa

O duelo começou com a Seleção Brasileira tomando a iniciativa do jogo e, logo no primeiro minuto de jogo, Duda Santos e Julia Bianchi levaram perigo ao gol portorriquenho. Entretanto, as finalizações foram por cima da meta defendida por Sydney Martinez. A primeira chance de mais clara do jogo saiu depois de bela associação entre Duda Santos e Bia Zanerato, que finalizou, e obrigou a arqueira de Porto Rico a fazer a primeira defesa do jogo.

Aos 6 minutos, Juelle Love aproveitou cruzamento na área e, de cabeça, assustou Luciana, que viu a bola se perder em linha de fundo. pouco tempo mais tarde, a goleira brasileira precisou, através de um chute de fora da área, fazer boa intervenção para manter o placar em 0x0.

A resposta brasileira veio dos pés da estreante Bia Menezes. A lateral recebeu na entrada da área e finalizou com perigo, mas a bola acabou se perdendo em linha de fundo. Logo na sequência, Bia Menezes conseguiu belo lançamento para Ary Borges que, de cabeça, empurrou para o fundo das redes. Porém, a arbitragem assinalou impedimento da meio-campista canarinha e invalidou o que seria o primeiro gol do Brasil no jogo.

Na reta final da primeira etapa, o Brasil chegou com perigo, novamente. Bia Menezes, muito bem no jogo, acertou belo cruzamento para Adriana na segunda trave. A camisa 11 finalizou de primeira, mas a bola acabou não ganhando o caminho do gol. Aos 42 minutos, Debinha bateu falta perigosa e obrigou Martinez a fazer boa intervenção. A seleção porto-riquenha respondeu de forma instantânea. Entretanto, a finalização, de dentro da área brasileira, acabou saindo fraca e ficou tranquila para Luciana fazer a defesa.

Após boa chegada de Bia Menezes pelo lado esquerdo, praticamente no último lance da primeira etapa, Debinha aproveitando cruzamento rasteiro chutou de primeira, mas acabou acertando a trave. Com isso, o jogo foi para o intervalo sem que o placar fosse modificado.

Segunda etapa

O segundo tempo, a exemplo da primeira parte do jogo, começou com a Seleção Brasileira tomando a iniciativa do jogo e ocupando o campo de ataque. Entretanto, erros no último terço de campo impediram que as canarinhas abrissem o marcador. A primeira chegada de perigo da etapa complementar saiu após belo cruzamento de Bia Zaneratto que achou Duda Santos dentro da área, mas a meio-campista acabou cabeceando a bola na trave e, com isso, o 0x0 persistiu no placar.

O domínio brasileiro persistiu e aos 19 minutos, Bia Zanerato finalizou de fora da área e obrigou Martinez a fazer importante defesa. No minuto seguinte, Yasmin achou belo cruzamento para Ary Borges dentro da área, mas, novamente, a cabeçada acabou não ganhando o caminho do gol. Após bela jogada individual, Debinha driblou a defesa adversária e finalizou de fora da área obrigando Martinez a fazer boa defesa.

Novamente após bola cruzada na área, Debinha cabeceou, mas não conseguiu tirar o zero do marcador. Mesmo tendo mais posse e dominando as ações do jogo, o Brasil não conseguiu transformar este volume ofensivo em gols. Foi somente aos 35 minutos que, após jogada individual de Adriana, Gabi Nunes, bem colocada, aproveitou cruzamento rasteiro na segunda trave e colocou o Brasil em vantagem no marcador.

O Brasil quase ampliou o marcador aos 41 minutos da etapa complementar. Aline Gomes aproveitou erro da defesa porto-riquenha e finalizou de perna direita obrigando Martinez a fazer boa intervenção. Os minutos finais do jogo foram marcados pelas brasileiras em busca do segundo gol. Entretanto, erros na finalização impediram que o placar fosse ampliado. Portanto, o confronto terminou com o placar em 1×0.

Próximo duelo

Com este resultado, o Brasil inicia a Copa Ouro com o pé direito e, agora, enfrenta a Colômbia pela segunda rodada da competição. O duelo acontece na madrugada de domingo (25), às 00:15h, horário de Brasília. A partida terá transmissão da ESPN e cobertura completa no Planeta Futebol Feminino.

Saiba mais sobre o veículo