Com dois de Luciano, São Paulo bate Atlético-GO e alcança 1ª vitória como visitante no Brasileirão | OneFootball

Com dois de Luciano, São Paulo bate Atlético-GO e alcança 1ª vitória como visitante no Brasileirão

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O São Paulo enfim conquistou a sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Tricolor derrotou o Atlético-GO por 2 a 1, em Goiânia, pela 15ª rodada do torneio. Luciano marcou os dois gols dos paulistas, enquanto Marlon Freitas fez para os mandantes.

Com o resultado, a equipe do técnico Rogério Ceni voltou a vencer após três rodadas e subiu para a sétima colocação, com 22 pontos, dois a menos que o Internacional, que abre o G6. O Dragão, por sua vez, está em 15º, com 17.

O São Paulo volta as suas atenções agora para a Sul-Americana. O time recebe a Universidad Católica-CHI nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), pelo jogo de volta das oitavas de final. Na ida, os paulistas venceram por 4 a 2. Já o Atlético-GO encara o Olímpia, em casa, pela mesma fase do torneio. No primeiro embate, os goianos perderam por 2 a 0.

Já o próximo compromisso do Tricolor no Brasileirão é no domingo, às 18 horas, contra o Atlético-MG, no Mineirão. Simultaneamente, o Dragão visita o Santos.

O jogo – O primeiro tempo começou morno no Estádio Antônio Accioly. As duas equipes trocavam passes no campo de defesa, mas não conseguiam transformar a posse de bola em chances reais.

A partida começou a esquentar a partir dos 20 minutos, quando Marlon Freitas arriscou de longe e obrigou Jandrei a trabalhar pela primeira vez. Do outro lado, a resposta dos visitantes foi precisa. Patrick recebeu na área e bateu firme. Na tentativa de cortar, Baralhas colocou a mão na bola. O árbitro, então, marcou pênalti. Na cobrança, Luciano abriu o placar.

A alegria dos paulistas, porém, durou pouco. Isso porque, cinco minutos depois, os anfitriões empataram. Após cobrança de falta para dentro da área, o árbitro flagrou um pênalti de Diego Costa em Edson. Marlon Freitas assumiu a responsabilidade e estufou as redes.

Com 37 minutos, Airton teve uma boa chance de colocar o Atlético na frente. O ponta pegou a sobra depois de cobrança de falta e soltou o pé, mas mandou por cima. Já aos 46, Shaylon recebeu na direita, cortou para o meio e bateu com perigo pelo lado.

2º tempo

Na volta do intervalo, o jogo voltou a ficar equilibrado em Goiânia. A primeira chance real de gol saiu aos sete minutos. Nestor cobrou falta e a bola ficou perdida no meio da área. Léo tentou se esticar para desviar para a meta, mas Ronaldo foi mais rápido e fez a defesa.

Na sequência, Diego Costa cruzou pela direita, Luciano ganhou no alto e cabeceou por cima. Já aos 16, nada impediu o segundo gol do camisa 11. Nestor lançou para a área de cabeça, a bola desviou na defesa e ficou na medida para o atacante, que emendou um belo voleio para recolocar o São Paulo na frente.

A partir de então, o Atlético-GO esboçou uma pressão em busca do empate. O clube, entretanto, teve bastante dificuldade para encontrar espaço na defesa tricolor e, com isso, abusou dos cruzamentos.

Do outro lado, o Tricolor passou a trocar passes no meio de campo para administrar a vantagem e confirmar o primeiro triunfo do clube como visitante no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA ATLÉTICO-GO 1 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO) Data: 3 de julho de 2022, domingo Horário: 16 horas (de Brasília) Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ) Assistentes: Thiago Henrique Neto Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ) VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ) Cartões amarelos: Ramon, Baralhas, Jefferson, Shaylon, Edson (Atlético-GO); Diego Costa, Calleri, Weligton, Nestor, Léo, Luciano e Gabriel (São Paulo)

GOLS: Marlon Freitas, aos 29 do 1ºT (Atlético-GO); Luciano, aos 24 do 1ºT e aos 16 do 2ºT (São Paulo)

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon e Jefferson (Arthur Henrique); Gabriel Baralhas (Rickson), Marlon Freitas e Shaylon (Léo Pereira); Airton, Welligton Rato (Edson Fernando) e Churín Técnico: Jorginho

SÃO PAULO: Jandrei; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinícius; Igor Gomes, Rodrigo Nestor (Pablo Maia), Patrick (Gabriel) e Welington (Reinaldo); Luciano (Rigoni) e Calleri (Eder) Técnico: Rogério Ceni

Saiba mais sobre o veículo