Com Cuca em 2021, Santos cogitou Felipão como técnico, pelas características, entenda | OneFootball

Icon: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

·30 de setembro de 2022

Com Cuca em 2021, Santos cogitou Felipão como técnico, pelas características, entenda

Imagem do artigo:Com Cuca em 2021, Santos cogitou Felipão como técnico, pelas características, entenda

A gestão do presidente Andres Rueda vem sendo marcada, pela frequente mudança de treinadores, em um curto espaço de tempo, com média de 90 dias para cada treinador que passou. Em entrevista ao programa Baixada Esporte, da TV Santa Cecília, o ex-integrante do Comitê de Gestão, José Renato Quaresma falou sobre a possibilidade de se trazer o técnico Luiz Felipe Scolari, atualmente técnico do Athletico/PR, logo após a saída do técnico Cuca do Santos.

Quaresma afirmou que em uma conversa com Cuca, o nome de Felipão foi cogitado, e em uma conversa informal, o perfil de Luiz Felipe Scolari se encaixava com o trabalho que vinha sendo feito no Santos. “Quando o Cuca foi sair, eu conversei com o Felipão, uma conversa informal. Era um treinador que eu queria, o Rueda queria na parte do Santos. Era um treinador que naquele momento, pelo que o Santos estava passando, iria agregar, pois é campeão do mundo, experiente e iria tirar o peso da ‘molecada’. O Comitê Gestor não quis, nós ficamos com esta opinião e perdemos. Vamos para outro treinador. Fizemos um levantamento com cinco treinadores.”

Analisando um possível substituto, Quaresma e Rueda, identificaram que o perfil de treinador deveria ser o mesmo, para não se perder o trabalho que vinha sendo feito. “O Cuca era o ‘paizão’ e isso ele conseguiu tirar de cada um que estava ali. O grupo é assim. Nada mais é do que gestão de pessoas. Se você quer um grupo agressivo, você até pode trazer um maloqueiro, um doido, e você pode administrar. Aquele grupo do Santos cresceu com respaldo do treinador. Quando você começa a mudar e trás um treinador que não tem essa característica, o resultado não sai. Minha opinião naquele momento, era o Felipão. Os jogadores tinham uma característica, onde você não poderia colocar um treinador ali, que tirasse essa característica deles, como grupo.

Justificando sua opção e também do técnico Rueda na ocasião, Quaresma fez a comparação com o técnico Abel Ferreira no Palmeiras. “O Abel faz isso no Palmeiras hoje. Ele é o líder dos atletas, os atletas respeitam ele, e ele encobre os atletas. Se eles errarem ou não, o treinador assume a responsabilidade.”

Desde a saída do técnico Lisca, o presidente Andres Rueda tentou alguns nomes. O mandatário santista chegou a acertar com Vanderlei Luxemburgo, mas o Comitê Gestor vetou a contratação. Após o veto, o Santos fez sondagens por Sebastián Becacece, Jorge Sampaoli e Marcelo Bielsa, mas ambos não aceitaram assumir o Santos neste momento. Com as negativas, Orlando Ribeiro que atuou de forma interina contra Palmeiras e Athletico/PR, foi efetivado como treinador até o final da temporada.

(Foto: Reprodução)

Saiba mais sobre o veículo