COI anuncia que vai triplicar sua ajuda a atletas ucranianos | OneFootball

COI anuncia que vai triplicar sua ajuda a atletas ucranianos

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O Comitê Olímpico Internacional triplicará sua ajuda financeira direta aos atletas ucranianos visando os Jogos de Paris de 2024 e depois os Jogos de Inverno de 2026. O anúncio foi dado pelo presidente do COI, Thomas Bach, neste domingo.

Em visita a Kiev, Bach, que falou ao lado do presidente ucraniano Volodimir Zelenski, também indicou que “não chegou a hora” de modificar a posição do COI, que recomendou a exclusão de atletas russos e bielorrussos de todos os eventos esportivos internacionais.

“Nós os apoiamos (atletas ucranianos) para que possamos vê-los nas Olimpíadas de Paris 2024 e nas Olimpíadas de Inverno 2026 em Cortina-Milão. Que a bandeira ucraniana seja hasteada bem alto”, declarou o dirigente. “Com esse fim, o COI triplicará o fundo que estabelecemos no início da invasão russa da Ucrânia (em 24 de fevereiro) de US$ 2,5 milhões para US$ 7,5 milhões (R$ 37,3 milhões)”, disse ele.

O presidente Zelensky comemorou esse apoio adicional. “A invasão russa se tornou um golpe cruel para o esporte ucraniano”, disse o presidente após sua reunião com Bach.

“Muitos atletas ucranianos se juntaram às forças armadas para defender nosso país, para defendê-lo no campo de batalha. Atletas e treinadores morreram como resultado do combate militar. Treze foram capturados pelos russos e seguem em cativeiro”, acrescentou.

Bach afirmou que o ucraniano Sergueï Bubka, ex-astro do salto com vara e presidente do Comitê Olímpico Ucraniano, continua seus esforços de coordenação para arrecadar mais fundos.

“Também asseguramos ao presidente (Zelensky) que mantemos a posição que assumimos no início da guerra, que é muito clara e inclui nossas recomendações às federações internacionais (esportivas) para não convidar atletas russos e bielorrussos para competições internacionais”, disse ele. “Não chegou a hora de suspender essas recomendações.”

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo