City vence Wolves e bate recorde na Premier League

Logo: Futebol na Veia

Futebol na Veia

Imagem do artigo: City vence Wolves e bate recorde na Premier League

Na tarde desta segunda-feira (21), Wolves e City duelaram em jogo válido pela 2ª rodada da Premier League, a partida ocorreu na casa dos Lobos. Dessa maneira, o encontro marcou a estreia da equipe comandada por Guardiola na competição. Por outro lado, a equipe comandada por Nuno Espírito Santo, buscava o segundo triunfo na Premier. Com o primeiro tempo dominado pelo City e o segundo Pelo Wolves, os Citzens conseguiram ser mais efetivos e levaram o triunfo por 3 x 1. Ademais, a equipe chegou ao recorde, conseguindo 10 vitórias seguidas em estreias pela Premier.

1º TEMPO

Na etapa inicial quem tomou as ações da partida foi o City, com muita posse de bola no campo ofensivo a equipe de Pep Guardiola sempre buscava Kevin de Bruyne para distribuir as jogadas. Já o time da casa, buscava os contra golpes, com bolas esticadas sempre procurando seus alas. Aos 18  minutos em bola esticada para De Bruyne, Saiss derrubou o meia do City, dessa forma, pênalti para os Citzens, o próprio se encarregou da batida, e converteu, com uma bela batida, o time de Manchester abriu o placar, 1 x 0 para os visitantes.

O jogo era dominado pelo City, após o gol sofrido, a equipe do Wolves não conseguiu reagir, dessa maneira, os Citzens ditava o ritmo da partida. Portanto, aos 32′ com o jogo dominado, após linda troca de passes, Sterling recebe e toca para o meio onde Foden sozinho chegou e completou para o gol. Sendo assim, 2 x 0 para os comandados de Guardiola, um show no primeiro tempo de jogo.

A primeira finalização do Wolves saiu apenas aso 40 minutos, depois de cruzamento o artilheiro Raul Jiménez toca de cabeça por cima do gol. De Bruyne ainda teve chances de ampliar o placar, porém o goleiro Rui Patrício evitou, o que seria uma goleada ainda na primeira etapa. E assim terminou os 45 minutos inicias, domínio do City que terminou com 67% da posse de bola e cinco chutes no gol contra nenhum dos anfitriões.

2º TEMPO

Os 45 minutos finais, começou com o Wolves tentando pressionar os passes do City, procurando tirar os espaços da equipe de Guardiola, com a Bola Os Lobos, procuravam sempre Adama e Podence. Com muita qualidade os Citzens conseguia envolver o time da casa. Aos 9′ em boa jogada com os alas, Podence finaliza mas, na rede pelo lado de fora.

O Wolves cresceu na partida, sempre procurando as bolas em profundidade, dessa forma, mais uma vez Podence e Jiménez tiveram chances de diminuir o placar. Porém ambas chances desperdiçadas, aos 14 e 15 minutos. Com muito espaço o City teve chances para contra atacar, porém faltou o capricho para a equipe de Pep Guardiola matar o jogo.

Com o passar do tempo, o City conseguiu equilibrar o jogo e passou a ter novamente a posse de bola. Mas o Wolves era valente, aos 33′ após grande drible de Podence em De Bruyne o Camisa 10 cruza na cabeça de Jiménez, que dessa vez não perdoou, e diminuiu o placar, sendo assim, 2 x 1 para os visitantes. Após diminuir o Wolves buscou o empate, porém o City tentava cozinhar o jogo, a equipe da casa se alçou ao ataque, porém com espaço o City se aproveitou e já nos acréscimos matou a partida, Gabriel Jesus chutou e a bola desviou matando o Goleiro do Wolves, dando números finais ao jogo.

E AGORA?

O Wolves entra em campo novamente no próximo domingo (27), contra o West Ham, fora de casa. Por outro lado, o City vira a chave para a Copa da Liga Inglesa Bournemouth, em casa.

Foto destaque: Twitter/ City