Chelsea vê negócios por Haaland e Kane difíceis e volta atenções para Lewandowski

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2F69%2Fd%2Frobert-lewandowski-bayern-chelsea_robert_lewandowski_bayern_chelsea_19fa3v5jsspzx1d9gf0gp74179.jpg%3Ft%3D-747481382&q=25&w=1080

A missão do Chelsea de contratar um atacante de peso segue a todo vapor. Conforme apurou a Goal, agora o nome da vez é do atacante do Bayern de Munique, Robert Lewandowski, o clube procurou o time alemão sobre uma possível oferta pelo jogador.

Embora o Bayern se oponha fortemente a uma venda de Lewandowski nesta janela, o jogador de 32 anos pode ter se interrasado pelo interesse do Chelsea em trazer o atacante para atuar no futebol inglês.

Com apenas dois anos restantes de seu contrato na Alemanha, os Blues sabem que sua boas conexão com o centroavante polonês podem trazer bons resultado em uma possível negociação. O Chelsea tendou contratar o atacante duas vezes no passado, mas ambas tentativa não deram certo.

A ideia principal do clube nesta janela de transferência é contratar um novo atacante para o elenco de Thomas Tuchel que recentemente conquistou a Champions League com o time. No entanto, o Chelsea está tentando fazer compras de alto nível no futebol mundial e concluir um exercício complicado e caro.

Como o Bayern, o Borussia Dortmund decidiu não vender sua joia de 21 anos, a menos que seja por uma oferta excepcional de mais de 100 milhões de libras (cerca de 120 milhões de euros).

(Foto: Getty Images)

O atacante norueguês está na pré-temporada novamente sob o comando do técnico Marco Rose e atualmente não está forçando uma mudança de time. Haaland sabe que na próxima temporada uma cláusula que permite aos clubes contratá-lo por cerca de 70 milhões de libras (aproximadamente 82 milhões de euros).

O problema para o Chelsea é que a cláusula de rescisão provavelmente atrairá ainda mais competição, com todos os grandes clubes europeus interessados ​​em contratar Haaland.

Os Blues ainda queriam trazer Romelu Lukaku de volta, mas ele deu sua palavra de que permanecerá na Inter nesta temporada. No início da janela, Harry Kane reiterou seu desejo de deixar o Tottenham, mas ainda deve decidir seu futuro depois das férias. 

O Chelsea tem opções mais econômicas em sua lista, mas entende que quanto mais ela cair, maior o risco em termos de ter problemas de pontuação no final da temporada. Depois que Olivier Giroud deixou o clube para o Milan, Tammy Abraham também estaria cotado a sair, mas o preço pedido 40 milhões de libras (cerca de 47 milhões de euros) desacelerou o mercado.

O jovem Armando Broja está na frente da fila para ser promovido à equipe princiapal, caso o time não contrate nenhum atacante nesta janela. A diretoria também pode entrar no mercado atrás de um meio-campista, como Declan Rice do West Ham e Eduardo Camavinga, do Rennes.

Enquanto isso, as negociações com Andreas Christensen e Antônio Rudiger sobre a renovação de contrato não avançaram, apesar de eles terem menos de um ano em seus negócios atuais.

Os Blues têm outras opções em mente na defesa, incluindo o zagueiro do Real Madrid Raphael Varane, Jules Kounde do Sevilla e Niklas Sule do Bayern de Munique.

Houve tentativas de trazer o lateral direito da Inter, Achraf Hakimi, nesta janela, mas o PSG venceu a corrida pelo jogador oferecendo um maior salário. Embora nenhum acordo tenha sido fechado ainda, os Blues ainda devem causar um grande impacto no mercado de transferências neste ínicio da temporada, já tendo arrecadado mais de 50 milhões de euros com vendas de jogadores.