Chelsea empresta Malang Sarr ao Monaco e deixa sair mais um zagueiro | OneFootball

Chelsea empresta Malang Sarr ao Monaco e deixa sair mais um zagueiro

Logo: Trivela

Trivela

O Chelsea perdeu dois zagueiros quando Andreas Christensen e Antonio Rüdiger decidiram se mudar a Espanha ao fim dos seus contratos e por enquanto trouxe apenas Kalidou Koulibaly para reforçar o setor. Mesmo assim, permitiu que o Malang Sarr, 23 anos, retornasse à Espanha para defender o Monaco por empréstimo durante a próxima temporada.

Sarr nunca seria a solução para os problemas de Thomas Tuchel. Contratado do Nice, sem taxa de transferência, em 2020, foi emprestado pela primeira vez ao Porto, mas ficou para ser reserva na última temporada. Fez 21 jogos, não impressionou e até colecionou alguns erros. Com contrato até 2025, ganha uma chance de se desenvolver em um dos melhores celeiros de jovens da Europa.

O zagueiro estreou pelo Nice, no qual fez as categorias de base, aos 17 anos, em 2016. Para um jogador da sua idade, tem bastante experiência, com 159 jogos entre os adultos, incluindo competições europeias. O Monaco foi eliminado pelo PSV na terceira fase preliminar da Champions League e seguirá na Liga Europa. Sarr foi contratado por empréstimo com opção de compra.

“Estou muito feliz de ter me juntado ao Monaco e de retornar à Ligue 1, uma liga na qual comecei e que conheço muito bem. Gostaria de agradecer o clube pela confiança. Estou ansioso para me misturar com os novos arredores e conhecer meus novos companheiros, com o desejo de conquistar muita coisa juntos”, disse, ao site oficial do clube monegasco.

O Chelsea sabia que teria que reformular seu departamento de zagueiros, mas ainda contratou apenas Koulibaly – um ótimo reforço. Os outros especialistas da posição são Thiago Silva, 37 anos, e os jovens Ethan Ampadu e Trevor Chalobah. A renovação de César Azpilicueta é uma opção a mais para Tuchel, que também pode usar Emerson Palmieri fechando pela esquerda em seu sistema com três zagueiros. O novo reforço Marc Cucurella terminou a temporada passada pelo Brighton nessa mesma posição.

Mas se Tuchel, que indicou uma mudança à linha de quatro na pré-temporada, mantiver três zagueiros, as alternativas ainda são escassas. Não à toa, o Chelsea segue focado em convencer o Leicester a vender o francês Wesley Fofana, enquanto também lida com uma possível reformulação dos atacantes, após a saída de Timo Werner e com outros, como Hakim Ziyech, perto da saída.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo