Chelsea e Manchester City vencem e mantêm ritmo forte na liderança da Premier League | OneFootball

Chelsea e Manchester City vencem e mantêm ritmo forte na liderança da Premier League

Logo: Trivela

Trivela

No dia em que dois jogos foram paralisados porque um torcedor passou mal nas arquibancadas, os líderes Chelsea e Manchester City venceram Watford e Aston Villa por 2 a 1, respectivamente, e mantiveram tudo mais ou menos igual na ponta da tabela do Campeonato Inglês. Exceto para o West Ham, que empatou por 1 a 1 com o Brighton, em casa, e pode perder a quarta posição para o Arsenal, que enfrenta o Manchester United na quinta-feira.

Houve um susto no Vicarage Road, onde um torcedor sofreu um ataque cardíaco, mas foi estabilizado e levado ao hospital, segundo o mandante Watford. Em Southampton, o pontapé inicial do segundo tempo foi adiado por causa de outra “emergência médica” nas arquibancadas. O mesmo aconteceu em Newcastle x Tottenham em outubro. Os Saints empataram com o Leicester por 2 a 2.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Ziyech marca

Hakim Ziyech marcou seu primeiro gol na temporada da Premier League e deu ao Chelsea uma apertada vitória por 2 a 1 sobre o Watford fora de casa. Mason Mount havia aberto o placar e deu assistência para o chute de canhota do marroquino na metade do segundo tempo no Vicarage Road. Emmanuel Dennis empatara para os donos da casa.

Após dois empates em três rodadas, era importante ao Chelsea vencer o Watford, agora com uma única vitória em cinco partidas da Premier League, para não perder a liderança. Tuchel rodou o seu elenco, com Saúl titular pela segunda vez e Kai Havertz como atacante mais avançado. Romelu Lukaku entrou no segundo tempo, após disputar apenas oito minutos contra o Manchester United no fim de semana.

Mount acertou a trave, aos 21 minutos, e depois recebeu de Havertz na marca do pênalti para abrir o placar. Foi um belo gol do Chelsea, que começou com lançamento de Rüdiger para Alonso, com toques de pé em pé. Havertz chegou a ampliar em contra-ataque puxado por Pulisic, mas estava impedido. Danny Rose exigiu boa defesa de Mendy, aos 35 minutos.

O Watford assustou antes do intervalo. Sissoko bateu a carteira de Loftus-Cheek no meio-campo, arrancou e acionou Dennis, que sambou na frente de Rüdiger e bateu entre as pernas do zagueiro alemão. Um desvio ajudou a vencer Mendy. Nos acréscimos, Dennis deu um lindo passe para Sissoko girar batendo. Mas o francês, na cara do gol, pegou mal na bola.

O Chelsea resolveu a parada apenas aos 27 minutos da etapa final, quando Mount recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro para Ziyech chegar batendo de perna esquerda pelo alto. São 33 pontos para o campeão europeu, um a mais que o Manchester City e a dois do Liverpool.

.

Lindo gol de Bernardo Silva

O Manchester City contou com um golaço de Bernardo Silva para superar o Aston Villa, que buscava a terceira vitória seguida sob o comando de Steven Gerrard, por 2 a 1, fora de casa, e se manter na cola do líder Chelsea e na segunda posição da Premier League.

Nathan Aké, Fernandinho e Zinchenko foram as alterações no time de Pep Guardiola em relação aos titulares que bateram o West Ham no fim de semana, e Rúben Dias abriu o placar, aos 28 minutos, completando uma linda jogada de Sterling pela esquerda.

O segundo gol foi uma belezura, começando pela maneira como o City escapou da pressão na própria área antes de esticar pela esquerda com Gabriel Jesus. Bernardo Silva pegou o cruzamento de primeira, na entrada da área, para ampliar a vantagem dos visitantes.

O Aston Villa conseguiu descontar com Olie Watkins pegando de primeira uma cobrança de escanteio rasteira, um tipo de gol que uma defesa como a do Manchester City não deveria permitir, e cresceu na partida. Ezri Konsa foi muito bem bloqueado por Nathan Aké, aos 14 minutos, quando chegava para finalizar na pequena área.

Gabriel Jesus teve ótima chance para matar a partida, mas, após dominar bem o cruzamento de Bernardo Silva na marca do pênalti, bateu muito mal, e Carney Chukwuemeka teve uma ótima oportunidade, cara a cara com Ederson. O goleiro brasileiro fez uma grande defesa.

.

Leicester segue inconstante

Um dos candidatos a brigar por vaga na Champions League antes da temporada começar, o Leicester ganhou apenas uma das últimas cinco rodadas do Campeonato Inglês, após arrancar um empate por 2 a 2 com o Southampton, fora de casa, com um belo gol de James Maddison.

Jan Bednarek pegou o rebote de uma jogada ensaiada de escanteio, com cobrança curta, para abrir o placar aos visitantes. Jonny Evans, na rebatida de um chute de Wilfried Ndidi, após bela jogada de Maddison, empatou. Outro escanteio espertinho batido pelo Southampton terminou com um cruzamento Nathan Redmond para Che Adams desviar de cabeça.

No começo do segundo tempo, Maddison recebeu de Luke Thomas pela esquerda, deu um lindo corte em Valentino Livramento e bateu no único lugar em que a bola entraria: bem no cantinho entre o goleiro Alex McCarthy e a trave.

Em Londres, Tomas Soucek desviou escanteio cobrado na primeira trave por Pablo Fornals para fazer 1 a 0 para o West Ham. A um minuto do fim, porém, Tariq Pamptey mandou a bola para a área, e Neal Maupay empatou com um chute acrobático de costas. No outro jogo do dia, Wolverhampton e Burnley não saíram do 0 a 0.

Saiba mais sobre o veículo