Ceni assume mudança de meta para Copas e revela jogo contra o Palmeiras como motivo | OneFootball

Ceni assume mudança de meta para Copas e revela jogo contra o Palmeiras como motivo

Logo: SPFC 24 Horas

SPFC 24 Horas

Ceni renovou até 2023 com o Tricolor. (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O técnico Rogério Ceni foi sincero sobre a mudança do planejamento são-paulino na temporada de 2022. Ou seja, inicialmente o alvo era ficar dentro do G-6 e garantir vaga na Libertadores. Mas com o andar dos jogos, as Copas viraram opção e o Brasileirão foi ‘deixado de lado’.

O São Paulo está vivo nas quartas de final da Copa Sul-Americana, venceu o Ceará por 1×0 no Morumbi, e na Copa do Brasil, que venceu o América-MG por 1×0 também no Morumbi. Entretanto no Brasileirão, o time vai caindo pelas tabelas e vive uma sequência de uma vitória em 10 jogos, o que preocupa muito…

Após a derrota para o Flamengo, Ceni revelou: “A virada de chave foi a virada que sofremos do Palmeiras nos acréscimos. Ficamos a nove do líder e poderíamos ficar a três. Tivemos que repetir o mesmo time (na Copa do Brasil), e ali começou a desencaixar”. E complementou: “Ali começamos a dedicar mais às copas. Estamos fazendo o nosso melhor. Tabela foi pesada, próximo jogo é contra o Bragantino, vai estar mais descansado, pois está jogando uma vez por semana. Não quero passar susto no Brasileiro, mas não posso abrir mão das copas. Vamos lutar como lutamos com o Flamengo. É um time competitivo. Olhem bem, eles compram jogadores prontos, nós formamos jogadores. Cada um dentro da sua possibilidade”.

Risco de tragédia sem Copa

Em outro momento após derrota para o Flamengo por 2×0 no Morumbi, Ceni disse: “A Copa só não é ilusória para quem é campeão. Ela faz você perder tempo em Brasileiro. Tem que jogar pensando que na quarta-feira tem jogo decisivo. A gente vem enfrentando maratona, tentamos fazer o melhor que pudemos. Fizeram um jogo bem satisfatório em nível de competitividade, de igualdade de jogo. Claro que no final vamos cansando, não temos tantas alternativas”.

Pois no jogo anterior, vitória sobre o Ceará por 1×0, Ceni confessou sobre tragédia caso não vença nenhuma Copa: “No futebol brasileiro não tem avaliação sobre trabalho. Vai ser mais ou menos se avançarmos em uma (única competição). Será tenebroso se não passarmos. Essa é avaliação”.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo