Casa da dupla Fla-Flu, Maracanã ficará fechado por 80 dias para receber gramado híbrido | OneFootball

Casa da dupla Fla-Flu, Maracanã ficará fechado por 80 dias para receber gramado híbrido

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

De acordo com o jornal O Globo, o Maracanã voltará a ficar fechado após o fim do Campeonato Brasileiro. O estádio, casa de Flamengo e Fluminense, passará por reformas no campo visando a temporada 2022, por isso ficará fechado por 80 dias. A principal novidade será a inclusão de grama sintética.

O gramado do estádio sofreu muitas reclamações nas últimas temporadas. Por sua vez, o material artificial fará companhia ao gramado natural, que também sofrerá mudanças. A instalação de rolos de grama, desde 2013, quando o estádio foi reaberto, deixará de acontecer. A ideia é voltar a plantar mudas no campo de jogo.

Severiano Braga, CEO do Maracanã, relatou que a proporção será de 90% de grama natural e o restante de sintética, tendo como responsável a empresa suíça “GrassMax Systems”. A grama natural, plantada, possui capacidade de recuperação mais rápida depois das partidas do que o gramado de rolo.

Além disso, a inclusão da grama sintética aumentará a qualidade da grama natural, uma vez que as perfurações no solo para a “costura” do gramado artificial criam pequenos canais que aumentam a absorção de água e nutrientes. A reforma do gramado deverá custar entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões, dinheiro que sairá do caixa da empresa responsável pela gestão do estádio, criada por Flamengo e Fluminense depois que os clubes assumiram a concessão.

Sendo assim, o planejamento é de finalizar o trabalho a tempo do Maracanã receber a decisão do Campeonato Carioca de 2022. Até lá, o estádio não poderá receber nenhuma partida. Porém, por se tratar de início de temporada, Flamengo e Fluminense não terão um prejuízo muito grande.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo