Canadá x Brasil: quem joga e onde assistir

Logo: Jogada10

Jogada10

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2FCANXBRA_FEM_OLI_J10.jpg&q=25&w=1080

Brasil e Canadá se enfrentam pelas quartas de final do futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio em jogo único na madrugada desta sexta-feira (30), a partir das 5h, no Estádio de Miyagi. A Seleção Brasileira vai em busca da medalha inédita de ouro e precisa vencer as canadenses para dar o primeiro passo. Em caso de empate, teremos prorrogação e pênaltis.

Onde assistir

O confronto entre Brasil e Zâmbia terá transmissão ao vivo da TV Globo e nos canais SporTV e Bandsports.

Como chega o Brasil

A Seleção Brasileira encerrou a primeira fase em segundo lugar do Grupo F com sete pontos somados após duas vitórias e um empate, a seleção só ficou atrás da Holanda, com quem empatou em 3 a 3, pelo saldo de gols. Apesar da vice-liderança, o Brasil chega confiante para este confronto das quartas de final. As brasileiras já enfrentaram as canadenses em quatro oportunidades sob o comando da técnica Pia Sundhag, com duas vitórias e dois empates. Ambas seleções chegam invictas na fase mata-mata. Durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (29), véspera da partida, a treinadora do Brasil projetou o quinto confronto diante do Canadá e mostrou confiança para seguir em busca do pódio.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=721&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2F51330883984_0a7b3ebee4_o-scaled.jpg&q=25&w=1080

Pia Sundhag durante treinamento da Seleção Brasileira em Tóquio – Sam Robles/CBF

“Jogamos contra o Canadá algumas vezes, mas é claro que será diferente nas quartas de final. Devemos estar coesas e acreditar no plano de jogo. Nos confrontos anteriores, não tínhamos o mesmo esquema tático. Tento me colocar no lugar da técnica delas para imaginar o que farão e criar algo diferente para ganharmos o jogo. Elas têm uma jogadora que respeito muito, a Christine Sinclair, e nós vamos decidir como lidar com ela e sua equipe. Não acho que haja adversários mais fáceis ou mais difíceis nas quartas de final, qualquer time classificado tem condições de ser campeão”, disse Pia Sundhag na véspera do confronto contra as canadenses.

Depois de poupar algumas atletas na vitória por 1 a 0 sobre a Zâmbia, na última rodada da fase de grupos, a técnica Pia Sundhag vai escalar a Seleção Brasileira com força máxima para a partida decisiva desta sexta-feira (30).

Como chega o Canadá

Invictas nos Jogos Olímpicos, as canadenses encerraram a primeira fase na vice-liderança do Grupo E, com cinco pontos somados. O Canadá venceu uma partida e empatou outras duas antes de garantirem a classificação nas quartas de final. Apesar de não ser uma grande campanha, e inferior ao Brasil, as canadenses chegam como responsáveis por encerrar com o sonho da medalha de bronze na última edição dos Jogos Olímpicos, em 2016, no Rio de Janeiro.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=735&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2F1004312091.jpg&q=25&w=1080

Jogadoras do Canadá comemoram um gol marcado na vitória sobre o Chile na fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio – Ayman Aref

A treinadora Pia Sundhage, durante a entrevista na véspera da partida desta sexta-feira (30), afirmou que o Brasil precisa se precaver contra as ações ofensivas da atacante Sinclair, autora de 12 gols na história dos Jogos Olímpicos.

“Você tem que tomar cuidado com a Sinclair, que tem muita experiência e é uma jogadora muito inteligente. Temos que nos esforçar para que ela não domine o jogo”, revelou a treinadora sueca.

CANADÁ X BRASIL – Quartas de final do futebol feminino Data e horário: 30/7/2021, às 5h

Local: Estádio de Miyagi, em Miyagi (JAP)

Brasil: Bárbara; Bruna Benites, Érika, Rafaelle e Tamires; Formiga, Andressinha, Duda e Marta; Bia Zaneratto e Debinha. Técnica: Pia Sundhage.

Canadá: Sheridan; Lawrence, Buchanan, Zadorsky e Riviere; Scott, Grosso, Beckie, Fleming e Prince; Sinclair. Técnico: Beverly Priestman.

Siga o Jogada10 nas redes sociais, TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo